Rashford faz parceria com editora para estimular a leitura entre crianças e lançará livro em 2021

Ativista pelo direito à alimentação para crianças carentes, Marcus Rashford acaba de ampliar seu campo de atuação. O atacante do Manchester United, que virou um herói local ao se engajar e garantir que estudantes que dependem de refeições gratuitas das escolas recebessem alimentação também nos períodos sem aulas, agora acaba de firmar uma parceria com a editora MacMillan para estimular a leitura entre crianças de cinco a 18 anos, com foco especial para aquelas que não costumar ter acesso a livros, e também lançar sua própria obra em 2021.

[foo_related_posts]

O Clube de Leitura Marcus Rashford será um programa de recomendação de leitura de títulos da Macmillan, e o objetivo é ter no acervo obras de escritores de diferentes panos de fundo, de forma representativa, possibilitando que cada criança se enxergue nas obras.

“Que nossas crianças possam ler que não estão sozinhas e que isso as possibilite sonhar. Que as equipemos para os obstáculos e as adversidades que elas poderão encontrar. Que permitamos que elas possam se identificar com os personagens ao garantirmos que pessoas de todas as raças, religiões e gêneros sejam retratadas corretamente e de forma representativa da sociedade moderna”, afirmou Rashford.

“Independentemente de onde você tenha crescido, o talento deveria ser reconhecido e defendido. No Clube de Leitura Marcus Rashford, jovens escritores, ilustradores e criadores serão vistos e a plataforma lhes será oferecida para que brilhem”, explicou o atacante do Manchester United.

A parceria prevê o lançamento de livros assinados pelo jogador. O primeiro título já tem nome e data de lançamento: “You Are a Champion: Unlock Your Potential, Find Your Voice and Be the Best You Can Be” (“Você é um Campeão: Liberte Seu potencial, Encontre Sua Voz e Seja o Melhor que Você Pode Ser”, em tradução livre) chega em maio de 2021 e será uma obra ilustrada para a faixa etária dos 11 aos 16 anos, contando histórias pessoais do atacante do Manchester United e cobrindo tópicos como o valor da educação, mentalidade positiva, como enfrentar adversidades e a presença de mulheres como modelos a serem seguidos. A produção do livro será feita em conjunto com o jornalista Carl Anka, do site The Athletic, e a psicóloga Katie Warriner.

Rashford destacou como a leitura pode ser um escape importante para crianças que crescem em ambientes complicados e como ela poderia ter lhe ajudado a navegar melhor sua juventude se ele tivesse tido acesso aos livros mais cedo.

“Comecei a ler apenas aos 17 anos, e isso mudou completamente minha perspectiva e minha mentalidade. Queria que tivessem me oferecido a oportunidade de me engajar mais com a leitura na minha infância, mas os livros nunca foram algo que nós, como família, pudemos bancar quando precisávamos colocar comida na mesa. Houve momentos em que, como criança, o escapismo da leitura poderia ter me ajudado bastante”, revelou.

“Quero esse escapismo para todas as crianças, não apenas aquelas que podem bancar. Sabemos que há aproximadamente 400 mil crianças no Reino Unido que, hoje, nunca tiveram um livro, crianças que estão em ambientes vulneráveis. Isso precisa mudar. Os meus livros são, e serão, para todas as crianças, mesmo que eu tenha que lhes entregar eu mesmo. Iremos alcançá-las”, comprometeu-se o jogador.