O Atlético Paranaense venceu o Fluminense por 3 a 1 em casa, neste domingo, com direito a gols de Raphael Veiga, Pablo e Léo Pereira. A vitória foi importante para o time na tabela, claro, mas um lance em particular chamou muito a atenção. Raphael Veiga, além do gol que marcou, foi protagonista de um lance que não virou gol, por muito pouco. E seria um golaço.

LEIA TAMBÉM: Não faltaram apenas gols, faltou também futebol no empate sem graça entre Santos e São Paulo

No segundo tempo, logo a dois minutos, o Atlético vencia por 2 a 0. Nikão foi lançado em contra-ataque e o goleiro Júlio César conseguiu defender com os pés, tirando do atacante. Só que a bola sobrou para Raphael Veiga. O camisa 7 do Atlético teve muita tranquilidade, tocou por baixo das pernas do goleiro e, com categoria, deu um toque por cobertura, tentando encobrir os zagueiros à sua frente. A bola tocou no travessão e saiu. Seria um golaço.

O lance foi a cereja no bolo de uma atuação excelente de Raphael Veiga, que terminou com um gol, uma assistência (cobrou o escanteio que terminou em gol de cabeça de Léo Pereira) e ainda foi autor desse lance que rodará o mundo pela beleza.

O Atlético Paranaense é o 11º colocado no Campeonato Brasileiro, com 30 pontos em 25 jogos. Na próxima rodada, no domingo, o Furacão recebe, também na Arena da Baixada, o Paraná, em clássico. O tricolor paranaense é o lanterna da competição.