Quando estava se candidatando à presidência dos Estados Unidos pela primeira vez, em 2008, Barack Obama tornou famoso o seu slogan “Yes We Can”, ou seja, “Sim, nós podemos”. Podemos vencer a crise econômica que estava ameaçando o país, ser uma sociedade melhor e por aí vai. Uma frase motivacional que Claudio Ranieri recusa-se a adotar, mesmo estando na liderança do Campeonato Inglês na 24ª rodada, um feito já extraordinário para um clube com muito menos orçamento que seus rivais.

LEIA MAIS: Como acabará a Premier League segundo a simulação oficial do Football Manager

“Eu gostaria de dizer: ‘Sim, nós podemos’! Mas eu não sou o Obama, então é difícil para mim. Se eu mantiver esse suspenso, é muito melhor para vocês”, brincou. “Nossos torcedores devem sonhar. Nós precisamos manter os pés no chão. Se chegarmos em quarto e formos à Champions League, seria inacreditável. Acho que todos entendem que estamos fazendo algo extraordinário até agora”.

Com 50 pontos, três de vantagem para o segundo colocado Manchester City, um bom resultado no encontro direto na manhã do próximo sábado pode ser essencial para dar mais confiança para o técnico italiano, mas ele ainda não se ilude. “O Manchester City tem muitos jogadores perigosos. Você pode jogar uma partida perfeita, mas eles vão vencer porque têm mágicos”.

Questionado sobre quem, na opinião dele, é o favorito para vencer a Premier League, Ranieri respondeu: “Os outros. Não o Leicester. Se eles apertarem um pouco mais o acelerador, vão à frente. Nós temos que correr muito”, concluiu.