De volta à fase de grupos de uma competição europeia, o Rangers precisou empatar duas vezes a partida para arrancar um ponto do Vilarreal, mas, fora de casa, o 2 a 2 representa um bom resultado para o time de Steven Gerrard, inclusive pela garra de ter acreditado até o fim.

A última partida do Rangers em uma fase de grupos europeia havia sido em 7 de dezembro de 2010, contra o Bursaspor, pela Champions League. Ficou atrás de Manchester United e Valencia e foi para a Liga Europa. Desde então, entrou em falência, precisou recomeçar da quarta divisão escocesa e caiu em fases preliminares tanto da Champions, quanto da Liga Europa.

Sob o comando de Steven Gerrard, o Rangers tem dado alguns bons sinais neste começo de temporada, em que tentará quebrar a hegemonia do Celtic, em momento mais conturbado. Na Europa, caiu no grupo do Villarreal, Spartak Moscou e Rapid Viena, acessível para uma vaga nos mata-matas.

No entanto, logo no primeiro minuto da partida, os escoceses levaram o gol de Carlos Bacca, que acertou um belo chute de fora da área. Scott Arfield completou cruzamento da direita para empatar, já no segundo tempo, aos 22 minutos. Pouco depois, Gerard Moreno voltou a colocar os espanhóis à frente. Em outra jogada pelos flancos, Borna Barisic rolou para Kyle Lafferty decretar o placar final.

.

.

.