Confiança é algo essencial no futebol. E quando se tem qualidade, o estrago pode ser grande. É o que se nota com Juan Fernando Quintero. O camisa 10 do River Plate fez uma Libertadores fantástica e eternizou seu nome ao ser o melhor em campo na finalíssima contra o Boca Juniors. Contratado em definitivo pelos millonarios, continua brilhando. Sobretudo, coleciona golaços. Durante o último final de semana, o colombiano já tinha anotado um gol de falta espetacular na vitória sobre o Racing. A obra desta quinta não foi tão bonita, mas não deixa de ser uma pintura. Abriu o placar no empate por 1 a 1 contra o Rosario Central, no Gigante de Arroyito.

Só um nível de confiança enorme poderia resultar num gol como esse, de Quintero. O meia tinha acabado de cobrar um escanteio, quando a bola sobrou novamente em seus pés. E o que deveria ser um mero cruzamento se transformou em brecha à canhotinha calibrada. Aproveitou o ângulo aberto e o posicionamento do goleiro para arriscar dali mesmo, consciente. Chutou e já olhou para o gol. Jeremias Ledesma até tentou espalmar, mas a pelota já estava dentro. Golaço. Pena que, do outro lado, Franco Armani vacilou. O tiro de Agustín Allione de fora da área foi até venenoso, só que o arqueiro da seleção argentina deixou a bola passar por baixo de seu corpo. Com o empate, o River aparece na sexta colocação, a dois pontos da zona de classificação à Libertadores. O Central é apenas o 17°.

E só para não perder o embalo, fiquem com esta edição do gol de Quintero contra o Racing, no fim de semana:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

? Desde otro ángulo, el golazo de @juanferquinterop contra Racing. ? @tntsportsla

Uma publicação compartilhada por Club Atlético River Plate (@carpoficial) em