O Paris Saint-Germain teve um sábado bem tranquilo no Campeonato Francês, como é habitual, inclusive. Diante do Guingamp, o PSG foi avassalador: 9 a 0 no Parque dos Príncipes. Curiosamente, foi sobre o time que causou uma grande surpresa neste início de 2019 ao eliminar o PSG da Copa da Liga da França, nesse mesmo estádio. A vingança do Paris foi cruel. Os 9 a 0 vieram sem fazer muita força – poderia ter sido 10, 11 ou 12 até.

LEIA TAMBÉM: Cinco anos depois, o PSG perde um jogo de copa francesa – e para o lanterna

No dia 9 de janeiro, o PSG perdeu por 2 a 1 para o Guingamp com um time modificado, mas evidentemente ainda muito forte. Desta vez, a vantagem ficou clara desde o início. Logo a 11 minutos, Dani Alves lançou para Neymar, dentro da área, marcar 1 a 0. Em seguida, Marco Verrati saiu machucado e deu lugar a Julian Draxler.

Foi a vez de Neymar dar a assistência aos 37 minutos. Ele passou para Mbappé, em uma tabela sensacional, para o francês marcar 2 a 0. Antes do intervalo, aos 45 minutos, Edinson Cavani é que foi o passador e Mbappé marcou mais um. O placar de 3 a 0 no intervalo veio com tanta tranquilidade que estava claro que uma goleada só não aconteceria por um milagre.

O início do segundo tempo deixou isso claro. Aos 14, Cavani ampliou o marcador para 4 a 0. Aos 21, novamente Cavani marcou o quinto gol do PSG. Aos 23, Neymar ganhou a retribuição de Mbappé e marcou o sexto gol. Cavani marcou o sétimo aos 30 minutos. Mbappé marcou o oitavo aos 35, em ritmo de pelada. Thomas Meunier aproveitou uma sobra dentro da área para marcar o nono e último gol do jogo.

“Nós estamos felizes, tivemos uma boa partida, uma partida completa e conseguimos marcar muitos gols. Estamos orgulhosos. Eu olho para uma partida depois da outra. O objetivo é marcar em todos os jogos, mas especialmente vencer, porque o coletivo premia isso. Se eu marco, pode contribuir para a vitória, então o objetivo é sempre o mesmo: fazer gols em todos os jogos”, disse o atacante.

Mbappé é o artilheiro da Ligue 1, com 17 gols marcados. Cavani tem 14, em segundo, e Neymar bem em terceiro com 13, empatado com Pepe, do Lille. O PSG é o líder da Ligue 1 com sobras: tem 53 pontos, 13 a mais que o Lille, atual segundo colocado, sendo que tem dois jogos a menos. O Guingamp segue na lanterna, com 14 pontos. O próximo jogo do PSG é no domingo (27), contra o Rennes, também em casa.