O Amiens, vice-lanterna do Campeonato Francês, ficou muito próximo de uma grande zebra, neste sábado, ao abrir 3 a 0 contra o Paris Saint-Germain, mas levou três gols em cobranças de escanteio e outro de Mauro Icardi. Nos acréscimos do segundo tempo, porém, um rápido contra-ataque completado por Sehrou Guirassy garantiu pelo menos o empate por 4 a 4.

O destaque do primeiro tempo foi Gaël Kakuta, aquela ex-promessa que passou por Chelsea, Lazio e Sevilla. Aos 28 anos, ele deu um bom passe por trás da defesa para Sehrou Guirassy, que girou batendo, por baixo de Keylor Novas, para abrir o placar, aos cinco minutos.

O PSG teve a grande chance de empatar quando Cavani saiu na cara do goleiro Regis Gurtner, aos 20, e tentou encobri-lo, mas não bateu alto o suficiente. Na sequência, Juan Otero achou Guirassy novamente atrás da defesa, em lance parecido ao do gol, mas desta vez Navas conseguiu fazer a defesa.

Kakuta, então, recebeu pela esquerda da entrada da grande área, dominou, avançou e emendou um forte e bonito chute de perna esquerda para fazer 2 a 0. Dez minutos depois, Diabaté avançou em contra-ataque desde o meio-campo, marcado de longe por Thiago Silva. Quando o brasileiro decidiu apertar, ele levou à perna esquerda e bateu cruzado. A bola ainda pegou na trave antes de entrar.

Foi quando começou o período do jogo em que o treinador do Amiens, Luka Elsner, arrependeu-se profundamente de não ter treinado mais defesa de escanteios. Antes do intervalo, o cruzamento veio da esquerda, a defesa desvio, e Ander Herrera apareceu na segunda trave para descontar.

Herrera, lateral direito neste sábado, fez um grande cruzamento para Cavani, cujo cabeceio não entrou apenas porque Gurnter executou uma brilhante defesa. No entanto, aos 15 minutos do segundo tempo, Draxler bateu o escanteio e Kouassi cabeceou com perfeição para fazer o segundo do PSG.

E, cinco minutos depois, foi Di María quem bateu o canto, Gurtner saiu mal do gol e permitiu que Kouassi empatasse para os parisienses.

A virada saiu aos 29 minutos, quando Bernat tabelou com Verratti, foi à ponta esquerda e cruzou rasteiro. Mauro Icardi, gênio do posicionamento, apareceu na segunda trave para tocar às redes e fazer 4 a 3 para o PSG.

O quinto gol deveria ter saído logo na sequência. Cavani fez jogada individual pela esquerda, entrou na área e bateu para defesa de Gurtner. Di María pegou o rebote de frente, mas Gurtner se recuperou a tempo de fazer outra grande intervenção.

Eis que, aos 46 minutos, Cavani recebeu o passe da esquerda, quase na marca do pênalti, e bateu de primeira de canhota, muito perto da trave de Gurtner. Logo na sequência, Quentin Cornette disparou pela direita e cruzou para Guirassy, livre nas costas de Kouassi, batesse de perna esquerda para arrancar o empate.

Mas sem problemas reais para o PSG que ainda terá dez pontos de vantagem na liderança, mesmo se o Olympique Marseille derrotar o Lille, neste domingo.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.