Roy Hodgson dá continuidade ao processo de renovação na seleção inglesa. Diante do corte de cinco jogadores para o amistoso contra a Suécia, que acontece no dia 14 de novembro, o treinador convocou o atacante Wilfried Zaha e o lateral Carl Jenkinson, que ganham a primeira chance na equipe nacional. Além deles, Tom Huddlestone também foi chamado.

Lesionado durante a vitória contra o Aston Villa no sábado, Wayne Rooney é o principal desfalque na lista que também conta com Theo Walcott, Jonjo Shelvey, Aaron Lennon e Kyle Walker. Jermain Defoe e Alex Oxlade-Chamberlain, substitutos iniciais indicados por Hodgson, também precisaram ser descartados por problemas físicos.

Destaque no Crystal Palace e especulado por clubes da Premier League, Zaha ainda precisa confirmar sua opção pelo English Team. Nascido na Costa do Marfim, o atacante se mudou para a Inglaterra aos quatro anos de idade e chegou a servir as seleções de base do país. Segundo a Sky Sports, o jogador de 20 anos teria recebido ligação de Didier Drogba tentando convencê-lo a defender a equipe africana, para a qual ainda é elegível.

Já Jenkinson, filho de mãe finlandesa, chegou a defender a equipe sub-21 escandinava. Entretanto, o lateral do Arsenal participou de treino com a seleção inglesa em outubro, durante preparação de jogo das eliminatórias, e optou por defender o país de nascimento.