Segundo reportagem da Gazzetta dello Sport, temos o primeiro caso de jogador profissional de futebol infectado pelo coronavírus. Ele não teve seu nome revelado, mas defende o Pianese, clube da Serie C italiana. O atleta testou positivo para o vírus e está afastado da equipe por ora.

De acordo com o jornal italiano, o jogador teve sintomas de gripe no último sábado (22) e, portanto, não foi a campo no dia seguinte, quando seu time teve um compromisso contra a Juventus Sub-23.

A Gazzetta diz que o jogador teria contraído o vírus em uma viagem de trem, voltando da região de Emília-Romanha, no norte da Itália, onde tem se observado o surto do vírus no país. O Pianese é uma equipe da terceira divisão com sede na Toscana, região no centro da Itália.

Como precaução, o clube cancelou as atividades previstas para esta quinta-feira (27). A Juventus, por sua vez, tem monitorado a saúde de seus atletas envolvidos no confronto do último fim de semana, já que alguns deles costumam treinar com o time principal, como Coccolo, Mason, Olivieri, Wesley, Portanova, Peeters, como descreve o jornal.

Outra equipe em alerta, mas por suas próprias circunstâncias, é o Genoa. O atleta Edoardo Goldaniga, do clube rossoblu, tem treinado separado do grupo por vir da cidade de Codogno, na Lombardia, foco do surto na Itália. Não se sabe até quando a medida de precaução valerá.

Como escrevemos aqui na Trivela durante o último fim de semana, um jogador de futebol das ligas amadoras também está entre os infectados.

O futebol é apenas uma das diversas indústrias afetadas no país desde o surto observado nos últimos dias. Aulas foram suspensas, aglomerações em eventos, proibidas, e departamentos públicos não têm funcionado. A maneira como a Itália reage ao surto será um grande teste para como uma nação ocidental pode enfrenta-lo e quais serão as consequências de suas medidas.