O presidente do Fernerbahçe, Aziz Yildirim, foi preso por acusação de manipulação de resultados neste domingo. A investigação pode resultar na perda do título do clube, perda de vaga na Liga dos Campeões e até o rebaixamento para a segunda divisão.

O presidente do Fener se junta a outras 25 pessoas, incluindo três membros da diretoria do clube, que já estavam detidos pela suspeita de envolvimento em manipulação de 19 resultados.

Entre os presos estão quatro executivos do Fenerbahçe, o poresidente do Sivasspor, o técnico do Eskisehispor, o goleiro do Sivasspor e o ex-presidente do Dyarbakirspor e Giresunspor.

Caso seja confirmada a participação dos dirigentes do Fenerbahçe em manipulação de resultados, o título pode ser tirado do clube, além de perder a vaga para a Liga dos Campeões. Dependendo da gravidade do caso, o Fenerbahçe pode ser punido com o rebaixamento para a segunda divisão.

Caso seja rebaixado, o clube terá um problema. Na segunda divisão da Turquia só são permitidos três jogadores estrangeiros e atualmente o clube tem 11 em seu elenco.

As ações do Fenerbahçe na bolsa caíram para um terço do valor desde o início do escândalo. O clube negou qualquer envolvimento em algo ilegal.

O Trabzonspoor viu suas ações aumentaram 40% de valor com a possibilidade de ficar com o título devido ao escândalo.