Campeões. Muitos campeões. O fim de semana será lotado de campeões, com as definições dos torneios estaduais, às vésperas do começo do Campeonato Brasileiro. A Chapecoense pode levantar seu primeiro título desde a tragédia de Medellín, o Flamengo pode quebrar um jejum de três anos sem um caneco, a maratona de Ba-Vis chega ao fim e o Novo Hamburgo pode fazer história, para ficar em apenas alguns exemplos. Ainda tem troféu sendo levantado em Minas Gerais, São Paulo, Goiás e muitos outros lugares.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE TV COMPLETA DO FIM DE SEMANA

Como a Europa. A temporada das ligas nacionais ainda não chegou ao fim, mas a Juventus pode fechar o caixão no dérbi de Turim, dependendo do resultado do confronto da Roma com o Milan, e o Feyenoord pode levantar a primeira taça do Campeonato Holandês em 18 anos se bater o Excelsior. Prepare a pipoca: o fim de semana será daqueles.

O jogão

Arsenal x Manchester United
Domingo, 12h (ESPN+)

O Arsenal está há uma vida adulta inteira classificando-se, sem falta, para a Champions League. Se quiser manter essa escrita, precisa vencer o Manchester United de qualquer jeito – e mesmo assim, nenhum garantia. Os homens de Arsène Wenger, em sexto lugar, têm 60 pontos em 33 jogos; os de Mourinho, em quinto, 65 pontos em 34 jogos. Uma vitória significa que o Arsenal dependeria das próprias forças para ultrapassar os Red Devils. Depois, teria que lidar com o Manchester City (66 pontos em 34 partidas) ou Liverpool (69 em 35).

O esquema com três zagueiros serviu para o Arsenal vencer Middlesbrough e Leicester City, mas sucumbiu perante o Tottenham, que garantiu que ficará à frente do rival do norte de Londres pela primeira vez desde 1995. O novo teste será contra o Manchester United, próximo da final da Liga Europa, depois de vencer o Celta de Vigo, por 1 a 0, na Espanha. Na Premier League, continua empatando demais, com duas igualdades nas últimas duas rodadas.

No entanto, os melhores resultados do United neste Campeonato Inglês vieram fora de casa, e o clube tem um bom histórico no Emirates. Em 11 visitas à nova casa do Arsenal, foi derrotado apenas quatro vezes, com três empates e quatro vitórias.

O clássico

Juventus x Torino
Sábado, 15h45 (Fox Sports 2)

Massimiliano Allegri, técnico da Juventus (AP Photo/Carlo Baroncini)
Massimiliano Allegri, técnico da Juventus (AP Photo/Carlo Baroncini)

A Juventus pode conquistar o sexto título consecutivo contra o Torino. Basta ganhar, como fez em 11 dos últimos 12 dérbis, e a Roma tropeçar contra o Milan. Mesmo que os nove pontos de diferença sejam mantidos, fica difícil imaginar que a equipe de capital conseguiria alcançar a Velha Senhora, a quatro rodadas do fim. Por isso, sem pressa, Allegri deve poupar alguns jogadores para o jogo de volta da semifinal da Champions League contra o Monaco, na próxima terça-feira. Buffon é uma certeza. Joga Neto. As prévias também apontam que Daniel Alves e Chiellini devem ficar no banco de reservas. Do meio para frente, vai com tudo, com Pjanic, Mandzukic, Cuadrado, Higuaín e Dybala.

Fique de olho

Milan x Roma
Domingo, 15h45 (ESPN Brasil)

O outro jogo que pode garantir o título para a Juventus já neste fim de semana é um confronto cheio de rivalidade. A Roma vem de uma derrota pesada para a Lazio, mas nem se compara com a fase do Milan: apenas uma vitória – contra o Palermo – nos últimos cinco jogos, com direito a empates com o Pescara e o Crotone, companheiros do Palermo na zona de rebaixamento, e uma derrota para o Empoli, o time imediatamente acima da degola.

Barcelona x Villarreal
Sábado, 13h30 (ESPN Brasil)

A vitória no clássico deu uma animada no Barcelona, que a seguiu com vitórias categóricas contra o Osasuna e Espanyol. A briga pelo título ainda não está em suas mãos porque, embora tenha os mesmos 81 pontos do Real Madrid e vantagem no confronto direto, disputa apenas três partidas até o fim do Campeonato Espanhol, e o Real, quatro. Seu desafio mais difícil é o Villarreal. O quinto colocado, com três derrotas e oito vitórias nas últimas 11 rodadas, ainda sonha com Champions League, graças à derrocada do Sevilla. Sair do Camp Nou com o triunfo diminuiria a diferença para apenas três pontos. O Barça, no entanto, sabe que, se bater o Submarino Amarelo, tem boas chances de ganhar todos os últimos jogos da liga (pega o Las Palmas, fora, e o Eibar, em casa). E aí, dependeria de apenas um tropeço do Real Madrid, com calendário mais difícil, para ser campeão (Granada, Celta de Vigo e Málaga, fora, e Sevilla, em casa).

Borussia Dortmund x Hoffenheim
Sábado, 10h30 (ESPN Brasil)

É o encontro de dois jovens e promissores treinadores da Alemanha. Nagelsmann, inclusive, chegou a trabalhar com Tuchel no segundo time do Augsburg, e gostaria de vencer o Borussia Dortmund para encaminhar a vaga direta para a próxima Champions League, o que seria um prêmio merecido para a ótima temporada do Hoffenheim. O terceiro colocado tem 58 pontos, um a mais que o Dortmund, que ficou no 0 a 0 com o Colônia, no último sábado, mas está embalado por ter eliminado o Bayern de Munique da Copa da Alemanha e garantido classificação à final.

O (fim?) do jejum

Excelsior x Feyenoord
Domingo, 09h30 (ESPN+)

Dirk Kuyt, do Feyenoord (AP Photo/Peter Dejong)
Dirk Kuyt, do Feyenoord (AP Photo/Peter Dejong)

Chegou a hora. Quer dizer, os torcedores do Feyenoord, que não sabem o que é ser campeão desde o século passado, realmente desejam que tenha chegado a hora de quebrar o jejum de 18 anos sem títulos. A missão não é das mais difíceis: basta vencer o Excelsior, 13º colocado, para levantar o caneco, que pode vir até mesmo com tropeço, dependendo do resultado do duelo do Ajax, em casa, contra o Go Ahead Eagles. No entanto, depois de tanta espera, a equipe de Roterdã merece ser campeã em grande estilo, com o destino nas próprias mãos. Mas vale o alerta: o Excelsior vem de três vitórias na Eredivisie e empatou com o Ajax, seis rodadas atrás.

Pelo Brasil

Chapecoense x Avaí
Domingo, 16h (Globo para Santa Catarina)

A Arena Condá pode viver uma tarde especial de domingo. Cinco meses depois da tragédia aérea que custou tantas vidas, a Chapecoense pode ser campeã. Garante o título catarinense mesmo se perder por até um gol de diferença para o Avaí, depois de ganhar por 1 a 0 na Ressacada. Seria o primeiro bicampeonato da história do Verdão que, mesmo dividindo as atenções com a Libertadores, fez uma ótima campanha, com o segundo lugar do turno e a primeira colocação do returno.

Novo Hamburgo x Internacional
Domingo, 16h (Globo para o Rio Grande do Sul)

Novo Hamburgo x Internacional
Novo Hamburgo x Internacional

O time de melhor campanha do Campeonato Gaúcho precisa apenas vencer para ser campeão estadual. E não é o Internacional. O Novo Hamburgo pode coroar uma campanha brilhante, em que liderou a primeira fase e eliminou o Grêmio, com um título histórico. Um problema: não poderá jogar em casa porque os bombeiros não liberaram o Estádio do Vale. A partida será realizada no Centenário, em Caxias do Sul, e depois do empate por 2 a 2 no Beira-Rio, uma vitória permite aos dois lados gritar campeão. Empate leva para os pênaltis.

Vitória x Bahia
Domingo, 16h (Globo para a Bahia)

A maratona de Ba-Vis está chegando ao fim. O Bahia se deu melhor na semifinal da Copa do Nordeste, derrota que custou o emprego a Argel Fucks. Com o interino Wesley Carvalho no comando, o Vitória conseguiu empatar, na Fonte Nova, e joga por uma nova igualdade no Barradão, já que fez a melhor campanha da primeira fase, para ser campeão baiano pela 29ª vezes, repetindo o feito do ano passado.

Flamengo x Fluminense
Domingo, 16h (Globo para Rio de Janeiro e rede)

O Flamengo conseguiu colocar as contas em dia e montar uma equipe muito boa para a disputa de todos os títulos nesta temporada. Falta exatamente este tal de título. O Mengão não conquista nenhum, nenhunzinho, desde 2014 (justamente o Carioca). Três anos de jejum é muito tempo para um clube tão grande. A equipe de Zé Ricardo precisa apenas empatar no jogo de volta, depois de ter vencido o primeiro por 1 a 0. Derrota por um gol de diferença leva a disputa para os pênaltis.