Lucas Alario é um dos atacantes que vem sendo convocado pelo técnico da seleção argentina, Edgardo Bauza. Quando muito se fala em Mauro Icardi, da Internazionale, o atacante do River Plate é preferido pelo treinador argentino – que, aliás, está na corda bamba por estes dias com a má campanha albiceleste nas Eliminatórias. Neste domingo, Alario mostrou serviço: fez dois gols contra o Quilmes, ajudando os Millonarios a vencerem por 2 a 0 e se manterem na briga pelo topo.

LEIA TAMBÉM: Paolo Montero: “É preciso lavar a boca para falar de Forlán e Lugano”

Alario, de 24 anos, se destacou pelo Colón, onde jogou de 2011 a 2015. Foi contratado durante a pausa da Libertadores para as semifinais pelo River Plate e acabou sendo crucial para a conquista do time. Desde então, o atacante, que veste a camisa 13, tornou-se um dos destaques do time comandado pelo técnico Marcelo Gallardo.

Em 2016, foi convocado pela primeira vez para a seleção argentina para os jogo das Eliminatórias contra Uruguai e Venezuela na primeira lista elaborada por Edgardo Bauza. No dia 1º de setembro, contra o Urugaui, fez seu primeiro jogo oficial pela albiceleste, substituindo Lucas Pratto – outro preferido pelo treinador em relação a Icardi. E para manter a confiança do treinador – que pode não ser mais Bauza na próxima convocação, segundo o Olé desta segunda -, Alario segue marcando gols. Os dois contra o Quiles neste domingo levam o jogador a nove no Campeonato Argentino até aqui.

A vitória mantém o River na zona de classificação à Libertadores. Lá, como no Brasil, muitos times passaram a se classificar à principal competição continental da América do Sul. Por lá, os quatro primeiros vão à fase de grupos da Libertadores, enquanto o quinto disputa as fases preliminares.

Com 35 pontos, o River Plate ainda sonha mais alto. O líder é o Boca Juniors, que voltou a vencer no fim de semana com uma vitória confortável sobre o Vélez Sarsfield por 3 a 1 fora de casa. Os xeneizes têm 43 pontos, seguidos por Newell’s Old Boys, com 38, Estudiantes e San Lorenzo, ambos com 37.

Nesta temporada, o Campeonato Argentino, com 30 clubes, tem 30 rodadas – 29 de todos contra todos em turno único e uma rodada extra de clássicos. E não, os argentinos não fizeram estágio com os dirigentes cariocas para montar o regulamento, é só uma herança (maldita, claro) do velho Julio Grondona.