A estreia de Krzystof Piatek como titular do Milan foi digna de sonho. O atacante começou a partida contra o Napoli, pelas quartas de final da Copa da Itália, e foi o grande destaque do time que venceu por 2 a 0. Os dois gols dos rossoneri foram marcados pelo centroavante, recém-contratado depois da saída de Gonzalo Higuaín, e que já corresponde com dois belos gols contra uma grande equipe.

LEIA TAMBÉM: Gattuso: “Piatek é como o Robocop, tudo o que ele diz é: ‘Eu quero marcar gols, eu quero marcar gols’”

O polonês tinha estreado pelo Milan no fim de semana em um empate em 0 a 0 com o Napoli, entrando no segundo tempo. Desta vez, porém, as coisas foram muito melhores. O jogo em San Siro contou com um grande primeiro tempo do Milan. Foram dois gols que saíram cedo, praticamente determinando o jogo. O Milan contou com Lucas Paquetá mais uma vez como titular no meio-campo e o brasileiro teve boa participação.

O primeiro gol contou com um passe longo de Diego Laxalt, que a zaga do Napoli deixou a bola pingar e Piatek foi preciso na finalização, colocada, no canto: 1 a 0. Um grande início para o novo camisa 19 do Milan, aos 10 minutos de jogo. O Milan arrancaria mais um gol pelo lado esquerdo, mas desta vez com o passe saindo de Paquetá. O brasileiro fez o lançamento rápido da ponta esquerda para o polonês, que dominou, girou e tirou um chute mais uma vez preciso: golaço de Piatek e 2 a 0 no placar, com menos de 27 minutos no placar.

Contratado por € 35 milhões do Genoa, Piatek consegue um início dos sonhos no Milan. Nos seus primeiros 45 minutos como titular do Milan, o centroavante marcou o mesmo número de gols que Higuaín nos últimos 12 jogos pelo clube, o que dá a dimensão de por que o argentino não deixa saudade em Milão.

O Napoli não conseguiu reagir. Mesmo no segundo tempo, com as mudanças promovidas pelo técnico, Carlo Ancelotti, ex-Milan, o time não conseguiu diminuir o placar, mesmo pressionando. Lorenzo Insigne era o melhor jogador do Napoli no jogo, levando perigo e exigindo boas defesas do goleiro Gianluigi Donnarumma. O arqueiro italiano teve muito trabalho no segundo tempo, mas o seu time conseguiu se defender. O Napoli, com posse de bola, não conseguia transformar isso em chances.

“Eu parabenizo os rapazes, porque nós tivemos um grande desempenho contra um excelente Napoli. Nós defendemos bem, então a qualidade de Lucas Paquetá e a velocidade de Samu Castillejo criaram as condições para vencer”, afirmou o técnico do Milan, Gennaro Gattuso, à Rai Sport depois do jogo. “Piatek inventou o segundo gol do nada. Ele é um artilheiro mortal no último terço. Nós estamos felizes de tê-lo conosco, mas nós temos que dar os parabéns a todo o time, porque nós fomos capazes de sofrer e defender como uma unidade. Depois disso, Piatek fez a diferença”.

“Eu esperava uma noite assim. Eu disse que eu estava pronto e eu consegui dois gols, mas esse é apenas o começo”, disse um confiante Piatek depois do jogo à Milan TV. “Os dois gols foram ótimos, mesmo que eles tenham sido diferentes. Antes do jogo eu falei com Diego Laxalt e Fabio Borini, pedindo a eles a bola alta e longa, porque é a minha forma preferida. No segundo gol, eu tive que passar por Koulibaly, mas tudo correu bem. Eu já estou pensando no próximo jogo com a Roma e eu espero que meu relacionamento com os meus companheiros esteja mais forte até lá. Eu me sinto bem nesta noite e foi maravilhoso jogar em San Siro”.

O Milan avança à semifinal e ainda luta por este título na temporada, em sua última chance, já que caiu na Liga Europa e também está muito distante da briga pelo título na Serie A. Mais do que isso, o time parece que ganha um centroavante mais confiável do que vinha sendo Higuaín, e que já começa a sua trajetória ganhando os corações rubro-negros em San Siro. Os rossoneri esperam quem será o adversário, a rival Inter ou a Lazio.