A Argentina pode ter uma seleção recheada de jogadores de times brasileiros nos Jogos Olímpicos do Rio, em agosto. O técnico Gerardo Martino anunciou uma lista com 57 jogadores, dos quais serão selecionados 18 para a lista final que estará na Olimpíada. Quatro jogadores atuam em clubes brasileiros e podem desfalcar os times no período das Olimpíadas, durante o mês de agosto.

LEIA TAMBÉM: Podcast #54: São Paulo passou vergonha no Paulistão

 

O torneio de futebol masculino do Rio 2016 começa no dia 3 de agosto com a competição feminina e no dia 4 para o masculino. A final será no dia 20 de agosto, no Maracanã. Durante o período dos jogos, há três rodadas do Campeonato Brasileiro (dias 3, 7 e 14 de agosto), além da rodada no dia 21 de agosto, que, caso algum jogador de clube brasileiro esteja envolvido na final, também implicará em desfalque.

Agustín Allione, do Palmeiras, é um dos que está na lista. Com 21 anos, ele tem idade olímpica. Embora não seja titular habitual do Palmeiras, ganhou espaço e, desde a chegada de Cuca, tem jogado mais vezes pelo time alviverde. Marcou dois gols na goleada sobre o River Plate do Uruguai, na última semana. Nesta segunda-feira, pelo Campeonato Paulista, também foi titular do time na vitória sobre o São Bernardo por 2 a 0.

Lucas Romero, de 22 anos, chegou ao Cruzeiro nesta temporada e já deu outra cara ao setor. Bom na saída de bola, ajuda a fazer do Cruzeiro um dos times que mais sabe trabalhar a bola – embora tenha um problema em finalizar, mas aí é outra história. Romero, ex-Vélez, também pode estar nos Jogos.

Dois jogadores do São Paulo estão na lista. Ricardo Centurión, que chegou ao tricolor paulista em 2015 depois de ótima passagem pelo Racing, tem 23 anos e nasceu no dia 19 de janeiro de 1993, quase no limite de idade (que é para jogadores nascidos após 1º de janeiro de 1993). Faz um mau início de 2016 e ainda não conseguiu se firmar. Começou como titular com o técnico Edgardo Bauza, mas já foi para a reserva.

Outro jogador do São Paulo na lista é o atacante Jonathan Calleri. Ex-jogador do Boca Juniors, o atacante tem 22 anos e está emprestado pelo Deportivo Maldonado – clube habitualmente usado por empresários para registrar jogadores. É, até aqui, o artilheiro do clube no ano. É também o artilheiro da Libertadores, com sete gols. Calleri, porém, tem contrato com o São Paulo até junho – que pode ser estendido caso o clube avance às fases finais da competição.

A lista ainda traz diversos jogadores importantes da Europa. O principal dele é o atacante Mauro Icardi, da Internazionale, que tem 23 anos e também está no limite de idade. Por isso, deverá ser liberado se for confirmado entre os 18 convocados finais. Ramiro Funes Mori, do Everton, ex-River Plate e que tem 25 anos, é um dos mais cotados para ser chamado como um dos jogadores acima da idade. Angel Correa, Matías Kranevitter e Luciano Vietto, do Atlético de Madrid, são outros que estão na lista. Paulo Dybala, da Juventus, também está entre os pré-selecionados.

Veja a lista completa de Gerard Martino, que reduzirá para 18 na convocação para os jogos:

Goleiros: Ezequiel Unsain (Newell’s, 21 anos), Agustín Rossi (Estudiantes, 20 anos), Walter Benítez (Quilmes, 23 anos), Augusto Batalla (River Plate, 19 anos), Gerónimo Rulli (Real Sociedad-ESP, 23 anos, mas completa 24 antes dos Jogos e está acima da idade) e Nahuel Guzman (Tigres-MEX, 30 anos);

Defensores: Franco Escobar (Newell’s, 21 anos), Víctor Cuesta (Indepediente, 27 anos), Renzo Saravia (Belgrano, 22 anos), Federico Alvarez (Belgrano 21 anos), Emmanuel Mammana (River Plate, 20 anos), Leandro Vega (River Plate, 19 anos), Jonathan Maidana (River Plate, 30 anos), Víctor Salazar (Rosario Central, 22 anos), Javier Pinola (Rosario Central, 33 anos), Mateo Musacchio (Villarreal-ESP, 25 anos), Ramiro Funes Mori (Everton, 25 anos), Thiago Casasola (Como-ITA, 20 anos), Jonathan Silva (Boca Juniors, 21 anos), Germán Conti (Colón, 21 anos), José Luis Gómez (Lanús, 22 anos), Lisandro Magallán (Defensa y Justicia, 22 anos)

Meio-campistas: Emiliano Rigoni (Independiente, 23 anos), Martín Benítez (Independiente, 21 anos), Santiago Ascacibar (Estudiantes, 19 anos), Cristian Espinoza (Huracán, 21 anos), Joaquín Arzura (River Plate, 22 anos), Gonzalo Martínez (River Plate, 22 anos), Franco Cervi (Rosario Central, 21 anos), Giovani Lo Celso (Rosario Central, 20 anos), Gastón Gil Romero (Rosario Central, 22 anos), Angel Correa (Atlético de Madrid-ESP, 21 anos), Matías Kranevitter (Atlético de Madrid-ESP, 22 anos), Manuel Lanzini (West Ham-ING, 23 anos), Bruno Zuculini (AEK-GRE, 23 anos), Lucas Ocampos (Olympique de Marseille, 21 anos), Agustín Allione (Palmeiras-BRA, 21 anos), Lucas Romero (Cruzeiro-BRA, 22 anos), Ricardo Centurión (São Paulo, 23 anos), Joaquín Correa (Sampdoria-ITA, 21 anos), Leandro Paredes (Empoli-ITA, 21 anos), Federico Cartabia (Deportivo-ESP, 23 anos), Adrián Cubas (Boca Juniors, 19 anos), Nicolás Tripichio (Vélez, 20 anos), Hernán Toledo (Vélez, 20 anos), Alan Ruiz (Colón, 22 anos), Rodrigo de Paul (Racing, 21 anos), Iván Rossi (Banfield, 22 anos) e Mauricio Martínez (Unión, 23 anos);

Atacantes: Lucas Boyé (Newell’s, 20 anos), Sebastián Driussi (River Plate, 20 anos), Héctor Villalba (San Lorenzo, 21 anos), Luciano Vietto (Atlético de Madrid, 22 anos), Jonathan Calleri (São Paulo, 22 anos), Mauro Icardi (Internazionale-ITA, 23 anos), Paulo Dybala (Juventus-ITA, 22 anos) e Nazareno Solís (Talleres, 21 anos).


Os comentários estão desativados.