Cesare Prandelli saiu em defesa de Mario Balotelli antes do amistoso contra a França, nesta quarta-feira. O treinador italiano apoiou o atacante, deixado de fora da partida contra o Tottenham no último domingo, e afirmou que ele terá uma chance de convencer Roberto Mancini contra os Bleus, indicando que a falta de sequência no Manchester City não o atrapalhará na seleção.

“Mario me disse que foi uma escolha técnica. Ele não está feliz com o que está fazendo e precisa tentar mudar a cabeça de Mancini nos treinos e nos jogos. Ele terá uma oportunidade na seleção e precisa estar pronto. É normal que os jornais falem sobre ele por causa da personalidade, mas ele precisa pensar apenas em jogar futebol”, apontou.

Segundo a imprensa inglesa, Balotelli não enfrentou o Tottenham por questões disciplinares. O atacante teria participado de uma festa durante a véspera do jogo, o que desagradou a comissão técnica dos Citizens. O clube estaria mesmo cogitando a negociação do jogador na próxima janela de transferências.

Balotelli disputou 13 jogos pelo Man City nesta temporada, apenas seis deles como titular, e anotou dois gols. Além de Balo, Sebastian Giovinco, Pablo Osvaldo, Mattia Destro e Stephan El Shaarawy foram os outros atacantes convocados por Prandelli.