A contratação de Malcom surpreendeu e a confirmação da sua chegada ao clube, na terça-feira, 24, fez muita gente imaginar qual será o papel do brasileiro no elenco. Formado pelo Corinthians e destaque do Bordeaux nos últimos dois anos e meio, ele foi muito elogiado pelo técnico do clube francês, Gus Poyet. O uruguaio considera que o Barcelona faz uma aposta ao levar Malcom, mas que o brasileiro tem muitas qualidades para se estabelecer no time.

LEIA TAMBÉM: Monchi explica o que ocorreu na negociação por Malcom e sugere má fé nas tratativas

“É um passo excepcional para ele e uma grande aposta do Barcelona”, afirmou Poyet à ESPN. “Ele tem um pé esquerdo extraordinário, ele joga na direita, no lado oposto e vem para o meio com grande força. Ele tem um grande chute de longe, muita confiança e qualidade individual muito boa”, analisou o treinador do Bordeaux.

“Ele é um rapaz muito bom. Ele tem algo especial porque ele ama futebol. Ele é dedicado ao futebol e gosta disso, o que é muito importante. Ele está totalmente preparado”, continuou o técnico uruguaio. “Isso depende do sistema, mas ele pode jogar pelos dois lados. Aqui, ele jogava pelo lado direito. De certa forma, ele joga em uma posição similar à de Messi, vindo para o meio. Mas em um elenco como o do Barcelona, não será difícil para ele se adaptar”.

A Roma tinha acertado com o Bordeaux a contratação de Malcom e o clube francês anunciou em suas redes sociais o acordo, pendente apenas pelo exame médico do jogador. Só que o Barcelona surgiu, o brasileiro não foi para a capital italiana e o acerto com o clube espanhol aconteceu por € 41 milhões e mais € 1 milhão em adicionais. O diretor esportivo da Roma, Monchi, explicou que o Bordeaux roeu a corda e pediu um preço maior, depois de tudo acertado. “Não houve nada de estranho. O Bordeaux chegou a um acordo com a Roma, O Barça surgiu melhorando os termos e o clube, com o jogador, tomou a decisão. Eu não posso comentar, mas se o Barça te ligar…”, disse Poyet.

A chegada de Malcom ao Barcelona aumenta as especulações sobre a situação de Ousmane Dembélé, contratado há pouco menos de um ano por € 105 milhões. Poyet, porém, não acha que a chegada de Malcom muda a situação do atacante francês. “A chegada não deveria ser ruim para Dembélé porque em um time como o Barça, que começa com o objetivo de ganhar todos os títulos, você precisa rodar os jogadores e há espaço para todo mundo. O que Malcom oferece é variedade e ele tem que se tornar um jogador importante”, analisou o treinador.


Os comentários estão desativados.