Portugal

Cem golos

Foi no dia 2 de setembro de 2007, no Estádio da Madeira, que Óscar Cardozo marcou seu primeiro gol com a camisa do Benfica. Aliás, os dois primeiros. Ele foi o responsável por abrir (aos 17 minutos, numa cobrança de pênalti) e fechar o placar (aos 31’ do 2º tempo) da vitória encarnada sobre o Nacional por 3 a 0 – o outro gol da partida foi de Rui Costa.

Aquele era o quinto jogo do paraguaio como titular benfiquista. Então com 24 anos de idade, ele havia sido contratado junto ao Newell’s Old Boys, da Argentina, naquela que foi então a terceira maior transação da história do Benfica. O clube português investiu, à época, € 9,15 milhões na compra de 80% dos direitos federativos do jogador – viria a comprar os 20% restantes em 2010, por € 2,5 milhões.

Desde então, Cardozo vem se tornando cada vez mais ídolo da torcida e símbolo de uma era do Benfica. Mas no domingo passado, dia 16, ele colocou de vez seu nome na história do clube. Exatos cinco anos, três meses e 13 dias depois de balançar as redes pela primeira vez, o atacante chegava ao centésimo gol com a camisa do Benfica em jogos do Campeonato Português. E tornava-se o primeiro estrangeiro do time encarnado a conseguir a façanha. O feito foi obtido em meio a um hat-trick na goleada por 4 a 1 sobre o Marítimo, no Estádio da Luz.

O paraguaio disputou 145 partidas da elite do futebol português, o que representa média de 0,68 gol por jogo. Chegar aos cem, portanto, era mesmo somente uma questão de tempo, já que a regularidade no quesito “balançar as redes adversárias” ele sempre manteve. E para a torcida benfiquista, esse tempo de permanência no clube é o que ajuda a fazer dele um grande ídolo.

Somando todas as competições, Óscar Cardozo já entrou em campo 222 vezes para defender o Benfica. Anotou 142 gols (0,63 por jogo, em média). A maior parte deles, 101, no Campeonato Português. Foram outros 10 na Liga dos Campeões, 15 na Liga Europa e 16 somando Taça da Liga, Taça de Portugal e Supertaça de Portugal. Foi campeão nacional em 2009/10 (artilheiro nessa mesma temporada e em 2011/12) e campeão quatro vezes da Taça da Liga: 2008/09, 2009/10, 2010/11 e 2011/12.

Que o Benfica é um grande clube do futebol mundial, capaz de pagar altos salários e oferecer boas condições de trabalho a seus jogadores, não há dúvida. Mas também é fato que a equipe ainda não está no mesmo nível de gigantes que, por exemplo, entram como favoritos ao título da Liga dos Campeões em praticamente todas as temporadas. E é aí que reside a dúvida, quase um segredo de Tostines: Cardozo não saiu até agora porque o Benfica sempre o segurou ou seu futebol não é visto como tão talentoso além-fronteiras de Portugal?

A resposta talvez seja ambígua, com um “sim” para cada uma das perguntas. E há de se lembrar também que ele já está com 29 anos de idade. Apesar de cada vez mais atletas seguirem em alto nível depois dos 30, esta é a fase em que, inevitavelmente, eles começam a ser menos valorizados.

Ainda assim, o clube português vem fazendo o possível para manter seu principal atacante, que recebe cerca de € 900 mil (algo em torno de R$ 2,4 milhões) por ano de salários. Sua multa rescisória, a mais alta do elenco, é de € 60 milhões (cerca de R$ 165,6 milhões). Antes do início da atual temporada, o Benfica ainda conseguiu resistir a uma oferta da Juventus – o que faz o jogador, agora, pressionar por melhores salários e uma renovação de contrato capaz de transformá-lo definitivamente em milionário. Além da própria Juve, Fiorentina, Fenerbahçe, Aston Villa, Milan e Chelsea são noticiados pela imprensa portuguesa como times interessados em contar com o poder de fogo do paraguaio. Mas ninguém apareceu até hoje com um caminhão de dinheiro, o que facilita a tarefa dos dirigentes portugueses.

Fica a dúvida, portanto, sobre o futuro de Cardozo. Se permanecerá no Benfica (tem contrato com o clube até junho de 2014) e se consolidará cada vez mais como um ídolo do clube ou se irá respirar novos ares e aceitar desafios aos 29 anos de idade. Enquanto isso não se resolve, que se cuidem os adversários dos encarnados, pois gols não irão faltar.

CURTAS

– Segue a crise sem fim no Sporting, apenas o 10º colocado no campeonato nacional. Jesualdo Ferreira, ex-técnico de Benfica, Braga e Porto, assumiu o cargo de manager. Nos corredores de Alvalade, corre a notícia de que ele poderá virar o treinador, no caso de uma eventual queda de Franky Vercauteren.

– Único representante português nos 16-avos de final da Liga Europa, o Benfica enfrentará o Bayer Leverkusen, da Alemanha.

– O Porto ficou claramente satisfeito com o sorteio das oitavas de final da Liga dos Campeões, que apontou o Málaga como adversário. O time escapou de enfrentar gigantes do futebol europeu e, agora, vê a classificação para as quartas de final como algo bastante possível de acontecer.

– O Benfica foi multado em € 4.062 (R$ 11,2 mil) por comportamento inadequado dos torcedores durante a vitória sobre o Marítimo, na última rodada do Campeonato Português.

– A competição nacional, aliás, ganha folga para as festas de final de ano e só retorna no primeiro final de semana de janeiro. Mas o campeonato ainda está a três rodadas do término do primeiro turno.

– Já na Segunda Liga, a bola rola perto d0 Natal, com o líder Belenenses visitando o Arouca, quarto colocado. O time tem quatro pontos de vantagem sobre o vice-líder Sporting B, que recebe o Leixões (13º).

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo