O Porto já é famoso por vender bem seus jogadores, e a fama aumentou ainda mais nesta segunda-feira. E o lucro obtido com seus últimos atacantes é assustador, capaz de entender que os bons negociantes da vez foram os dirigentes dos Dragões.

Falcao, comprado por € 3,9 milhões em 2009. E vendido por € 47 milhões ao Atlético de Madrid dois anos depois. Uma diferença de € 43,1 milhões, capaz de trazer ao clube novas promessas sul-americanas.

Hulk, comprado por € 5,5 milhões, foi vendido por € 50 milhões para o Zenit. Com dinheiro em caixa para a janela de inverno, os Dragões vão sofrer até lá. Ou pelo menos até que um próximo atacante barato estoure e seja capaz de suprir essas ausências.

Totalizando os lucros dos dois jogadores, chegamos à soma de € 87,6 milhões. Quase € 19 milhões a mais do que o Milan recebeu na venda de vários de seus jogadores na atual janela.