Desde a vitória do Porto no clássico contra o Sporting no último dia 8, a Superliga portuguesa parece destinada ao clube da ‘cidade invicta’. Pois essa tendência ficou ainda mais clara nesta sexta, com o triunfo dos portistas sobre a União Leiria no estádio do Dragão por 1 a 0, gol de Adriano.

Apesar do favoritismo da equipe da casa, o time de Leiria foi ousado e tentou fazer um jogo aberto para equilibrar a partida. E teve sucesso, evitando que os comandados pelo técnico Co Adriaanse tomassem o controle das ações e pressionassem o adversário. Tanto que o Porto só conseguiu seu gol aos 44 minutos do primeiro tempo, após jgada individual de McCarthy, que passou para Adriano concluir.

 

Na segunda etapa, o Porto esteve mais tranqüilo e foi melhor, mesmo depois da expulsão do argentino Lucho González. Ainda assim, o domínio não foi suficiente para justificar uma ampliação do marcador.

O Porto foi para 72 pontos, oito à frente de Sporting e 12 adiante do Benfica (os portistas têm um jogo a mais). A União Leiria manteve-se com 40, em uma posição intermediária na classificação.

Belenenses respira

No outro jogo desta sexta, o Belenenses superou o Vitória de Setúbal e ficou um pouco mais distante da zona de rebaixamento. Os lisboetas venceram por 3 a 1 em jogo realizado no estádio do Restelo. O camaronês Meyong fez os três gols do time da casa e assumiu a liderança na artilharia da competição, com 17 tentos. Bruno Ribeiro descontou para os setubalenses.

Com a vitória, o Belensenses foi a 37 pontos, sete à frente da zona de rebaixamento. O Vitória de Setúbal continua com 45 e perdeu argumentos na disputa por um lugar na próxima Copa Uefa.


Os comentários estão desativados.