Por causa do Fair Play Financeiro, Inter pode não achar tão ruim ficar fora da Liga Europa

Uefa vai punir a Inter com multa por quebra do Fair Play Financeiro se o clube chegar às competições europeias

Um grande time ficar fora até das competições europeias é sempre um mau negócio, certo? Significa um enorme fracasso na temporada. Bom, talvez para a Internazionale não seja um mau negócio ficar longe das competições da Uefa na próxima temporada. Tudo porque o clube quase certamente receberá uma punição da Uefa por desrespeitar o Fair Play Financeiro. Só que se não se classificar à Liga Europa, a multa deve ser adiada.

LEIA TAMBÉM: Crise no rival é sinônimo de alegria? Para a Juventus, crise de Inter e Milan é ruim para todos

A punição só será definida no final de abril e o cálculo feito pelo Corriere dello Sport é que a punição será de cerca de € 7 milhões, valor maior que a premiação pelo título do torneio, de € 5 milhões. Considerando toda a premiação que o clube recebe por participar da Liga Europa, a Inter teria que ao menos passar da fase de grupos da competição para ter chance de não ter prejuízo por jogá-la.

Na temporada 2013/14, a Fiorentina chegou até a fase 16-avos de final. Faturou pouco mais de € 8 milhões, o que seria suficiente para o clube nerazurro de Milão não ter prejuízo. O Sevilla, campeão da temporada passada, faturou um total de € 14,6 milhões com o título, incluindo as premiações por fases, os € 5 milhões para o campeão e o dinheiro de TV.

Só que a multa só vale se o time se classificar a uma competição europeia, o que pode tornar a não classificação para a Liga Europa algo não tão ruim assim. É claro que estamos falando do ponto de vista administrativo, porque a torcida que é que o time dê um jeito de se tornar lucrativo para não cair no Fair Play Financeiro. E quer, antes e tudo, que do ponto de vista esportivo, que é o principal, o time esteja nas principais competições do continente. Além disso, ganhar a Liga Europa atualmente significa uma vaga na Champions League, o que, aí sim, é esportivamente e financeiramente muito interessante para o clube.

É, mas o prejuízo financeiro não é maior que o esportivo. Tanto que o presidente da Inter, Erick Thohir, deu uma declaração polêmica ao Corriere dello Sport. Segundo o jornal, Thohir teria dito ao elenco que os jogadores “não precisam se preocupar em agendar as férias” se o time não for se classificar para competições europeias. O que deixa bem claro que o time prefere correr o risco de um prejuízo financeiro por um insucesso do que ter o prejuízo esportivo (que, de certo modo, afeta o clube também financeiramente) de ficar fora de uma competição europeia.

No momento, porém, os jogadores podem ficar bem preocupados. A Inter está em 10º lugar, com 37 pontos. Para chegar à Liga Europa, o time precisa ficar ao menos em quinto lugar, posição ocupada atualmente pelo Napoli, que tem 47 pontos. Restam 10 rodadas na Serie A, então 30 pontos estão em disputa. É bom os jogadores se esforçarem se não quiserem ver o presidente do clube insatisfeito e suas férias serem reduzidas.