Mousa Dembelé faz uma boa temporada pelo Tottenham. Ponto de equilíbrio do meio-campo em 29 jogos, 23 como titular. Tão boa que o técnico Mauricio Pochettino pode talvez ter se exaltado um pouquinho nos elogios ao meia belga de 29 anos.

LEIA MAIS: Wembley? Não ainda. Tottenham pode continuar em White Hart Lane na próxima temporada

“Eu sempre digo: ‘Mousa, para mim, você será um dos gênios que eu tive a chance de conhecer. Um deles foi Maradona, os outros foram Ronaldinho Gaúcho, Jay-Jay Okocha e Ivan De La Peña – ele foi um gênio também- e Mousa Dembélé'”, afirmou o argentino.

O único arrependimento de Pochettino foi não ter conhecido Dembéle quando o belga ainda era jovem. “Sempre dissemos a ele que, se tivéssemos trabalhado com ele com 18 ou 19 anos, ele teria se tornado um dos melhores o mundo. Eu adoraria ter trabalhado com ele aos 18 anos”, lamentou.

Bom, Dembélé, muito bom jogador, mesmo não sendo exatamente um gênio, atuou na vitória do Tottenham por 2 a 0, no último sábado, e fez esse belo lance para não deixar o professor na mão.