Está certo que a partida mais atraente da 11ª rodada do Campeonato Alemão é, sem dúvida, o clássico entre Bayern de Munique e Borussia Dortmund. Entretanto, há um terceiro time firme na disputa da liderança da Bundesliga: o Borussia Mönchengladbach. Que deu outro passo importante na campanha, ao fazer 3 a 1 no Werder Bremen, fora de casa, indo a 23 pontos e assegurando: ficará, no máximo, quatro pontos atrás do líder – assim como pode ficar apenas um ponto, em caso de vitória do Bayern. E se houve um destaque na vitória, foi o atacante francês Alassane Pléa.

Bastaram apenas onze minutos de jogo em campo (e um intervalo no meio) para que Pléa se credenciasse como o nome da vitória dos Potros. No primeiro tempo, aos 41 minutos, ele abriu o placar: Lars Stindl chutou de fora da área, a bola ricocheteou na defesa, e sobrou para ele, que dominou e finalizou cruzado, colocado, no canto direito do goleiro Jiri Pavlenka. Veio a etapa final, e logo aos três minutos, após escanteio, Pléa reapareceu, completando por baixo das pernas de Pavlenka para o segundo gol. Mais quatro minutos, e o camisa 14 coroou seu grande dia, terminando um cruzamento de Oscar Wendt com um toque alto, no contrapé do goleiro, no ângulo direito.

Depois, os mandantes até diminuíram – Nuri Sahin, aos 14 minutos, completando bola cruzada na área. E até pressionaram mais. Só que o Gladbach manteve a vitória. E se manterá perto da disputa pela liderança, haja o que houver em Dortmund.