O Manchester City colocou no ar uma campanha bem interessante sobre o uso consciente de água. Nela, o atual jovem e talentoso Phil Foden é técnico e o ano é 2045. O mundo vive uma falta de água que está fechando diversos estádios – incluindo o do City. A ideia é mostrar que os relatórios climáticos atuais mostram um cenário terrível para daqui poucos anos, mas que ainda há tempo para agirmos.

De acordo com os últimos dados das Nações Unidas, quase 5 bilhoes de pessoas em todo o mundo podem viver em áreas com escassez de água em 2050. A Agência de Proteção do Meio-Ambiente do Reino Unido estima que, devido a pressões como alta demanda, envelhecimento de estruturas e mudanças climáticas, partes da Inglaterra podem sofrer com secas em 2045.

O relatório do Comitê de Contas Públicas confirmou este risco. Para muita gente apaixonada por futebol, viver com escassex extrema de água está a uma geração de distância.

O vídeo “End of Football” (O fim do futebol), produzido junto a nosso patrocinador de tecnologia aquática Xylem Inc., apresenta vários jogadores do City e pretende chamar a atenção dos torcedores de futebol falando sobre um mundo sem água. Filmado no icônico Etihad Stadium do Manchester City, o vídeo destaca o impacto que a falta de água pode ter na sociedade, incluindo o futebol, através da vida de uma jovem torcedora do City.

As gravações aconteceram antes da pausa do futebol por conta do Coronavírus, mas a pandemia nos ensinou o quão verdadeiramente frágil é nosso planeta. Agora, mais que nunca, devemos proteger nosso futuro dando simples passos para utilizar a água de uma forma sutentável. Baixe nosso Water Hero Playbook para conhecer as pequenas mudanças que você pode fazer no seu dia a dia e que lhe ajudarão a reduzir seu desperdício de água.