Nicolas Pépé começa sua carreira no Arsenal sob pressão. Cruel, mas também natural para quem é a maior contratação da história do clube. Ainda não mostrou aquela potência e faro artilheiro da passagem pelo Lille, mas teve uma noite de glória, nesta quinta-feira. Saiu do banco de reservas contra o Vitória de Guimarães, pela Liga Europa, e virou o jogo para 3 a 2, com duas lindas cobranças de falta.

Foi um jogo muito movimentado no norte de Londres. O Vitória de Guimarães começou em cima e teve uma primeira boa chance com André Almeida, que dominou dentro da área, girou e parou nas mãos de Emiliano Martínez. Abriu o placar, aos oito minutos, quando Victor García deu um gás pela ponta direita e cruzou para Marcus Edwards, que ainda limpou a marcação antes de bater cruzado.

Senhor da Liga Europa, Gabriel Martinelli, o Gabigoal, fez seu terceiro gol em dois jogos pela competição ao cabecear o cruzamento de Kieran Tierney. Mas a igualdade durou pouco. Ainda no primeiro tempo, Davidson bateu de canhota de fora da área e acertou a trave. Bruno Duarte estava esperto para pegar o rebote e recolocar o Vitória de Guimarães à frente.

O Arsenal criou algumas oportunidades para empatar no começo do segundo tempo, mas a derrota persistia. Aos 30 minutos do segundo tempo, Unai Emery chamou Pépé para entrar na vaga de Lacazette. Cinco minutos depois, bateu uma falta, pela direita da intermediária, no canto do goleiro. Miguel Silva, porém, saiu antes do chute e foi pego no contrapé.

O ponta francês já era o herói da noite quando teve outra oportunidade na bola parada, aos 47 minutos do segundo tempo. Desta vez, de frente, um pouco para trás do semi-círculo. O chute foi ainda mais bonito. Pépé colocou no ângulo de Silva e manteve o 100% de aproveitamento do Arsenal na fase de grupos da Liga Europa.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.