É até comum ver, vez por outra, jovens surgindo no Fluminense e dando esperança à torcida do clube das Laranjeiras enquanto lá ficam. O da vez é Pedro, que viveu semana esplendorosa. Primeiro, ao empatar o clássico contra o Vasco, na quarta-feira. E depois, neste domingo, ao ser o nome decisivo na vitória do Tricolor sobre o Sport, fora de casa, nesta 14ª rodada do Campeonato Brasileiro – a primeira do time carioca sob Marcelo Oliveira -, tornando-se o goleador da Série A junto a Roger Guedes, que já não pode mais aumentar sua marca.

Pedro apareceu ao fazer o primeiro gol na Ilha do Retiro, aos 17 minutos do primeiro tempo, completando cruzamento de Rogério. De quebra, antes, já tivera várias chances de finalizar – numa delas, perdera de modo até incrível, aos 10 minutos, chutando para fora sem goleiro. Um minuto depois do Fluminense abrir o placar, porém, Gabriel já empatou para o Leão dono da casa. E assim parecia que terminaria o jogo.

Até os 39 minutos do segundo tempo, quando Pedro reapareceu, para marcar com uma “meia-letra”. Para dar ao Flu a primeira vitória no Brasileiro, após seis rodadas. Para dar a impressão de que pode ser o jogador mais capaz de aliviar a mediana campanha da equipe carioca. E quem sabe, para ser o símbolo de momentos mais tranquilos no time. Pelo menos, enquanto ficar no Brasil.