O Everton vive uma temporada conturbada e os torcedores parecem ter perdido a paciência. O diretor de futebol do clube, Marcel Brands, falou com torcedores que estavam furiosos e foram protestar no centro de treinamento do clube, nesta segunda-feira, segundo informa o Guardian. O estopim da insatisfação veio com a derrota para o Liverpool na Copa da Inglaterra, no domingo. Uma cena que nos acostumamos a ver na América do Sul e no Brasil, especialmente.

Um pequeno grupo de torcedores foi até Finch Farm e queria confrontar os jogadores para cobrar pelo desempenho ruim no jogo contra o Liverpool. Os torcedores queriam falar com os jogadores e, por isso, o diretor Brands decidiu ele mesmo ir falar com os insatisfeitos. A última vez que o Everton venceu em Anfield foi em 1999. Os 20 anos sem vencer o rival na casa do adversário pesam, ainda mais depois de enfrentar um time reserva do adversário e ter uma chance rara de vitória.

Mas como perder para o melhor time do mundo atualmente despertou tamanha ira dos torcedores? Bom, além de ser um derby local, o Liverpool entrou em campo com um time reserva, recheado de garotos. E mesmo assim, venceu por 1 a 0. Aliás, com um golaço de Curtis Jones, de apenas 18 anos.

O técnico Carlo Ancelotti chegou há pouco, anunciado no dia 21 de dezembro pelos Toffees. Começou bem: venceu o Burnley por 1 a 0, bateu também o Newcastle por 2 a 1 e aí perdeu para o Manchester City por 2 a 1, já no dia 1º de janeiro. No dia 5, perdeu para o Liverpool por 1 a 0 na Copa da Inglaterra, mesmo com o rival usando um time inteiro reserva, praticamente. Mesmo com o seu time próximo ao titular, não conseguiu quebrar o tabu de não vencer o rival em Anfield.

“O fato de não termos marcado gol no primeiro tempo eu acho que afetou o nosso desempenho no segundo tempo”, disse Ancelotti depois do jogo. “Nós fomos incapazes de manter a ideia certa no campo como tínhamos no primeiro tempo, quando tivemos oportunidades para marcar. Isso, naturalmente, não foi bom o suficiente. Nós perdemos muita energia em campo, muita intensidade no nosso jogo e nós não tivemos a oportunidade de criar chances no ataque”.

“Eu sei que nós temos que trabalhar. Na próxima semana nós temos toda semana para nos prepararmos para o jogo [contra o Brighton]. Isso será bom para o time, treinar a semana toda. Neste período, nós tivemos muitos jogos. Nós não pudemos treinar, praticamente. Então, o fato que iremos ter tempo para nos prepararmos para o jogo será bom para melhorar a qualidade do nosso jogo e ter mais confiança em campo”, disse ainda Ancelotti.

O Everton ocupa só a 11ª posição na tabela da Premier League, com 25 pontos em 21 jogos. Entra em capo no próximo sábado contra o Brighton de volta ao seu estádio, o Goodison Park, às 12h (horário de Brasília). A torcida espera que com um desempenho muito melhor.

Classificações Sofascore Resultados