Desde que se transferiu ao Bayer Leverkusen em julho de 2018, Paulinho não conseguiu se fixar na equipe principal. Suas oportunidades em campo foram escassas e, se anteriormente ele não as havia aproveitado para causar grande impressão, a história foi bastante diferente neste sábado (7). Titular na Bundesliga pela primeira vez na atual temporada, o brasileiro brilhou na goleada de sua equipe sobre o Eintracht Frankfurt. No 4 a 0, marcou dois gols e deu uma assistência.

Dominante, o Leverkusen fez valer sua vantagem no papel e transformou a distância técnica para o Frankfurt em goleada. O primeiro gol sequer levou tanto tempo para aparecer. Moussa Diaby foi lançado em velocidade pela ponta esquerda e cruzou para Kai Havertz, de carrinho, abrir o placar aos quatro minutos da primeira etapa.

Dez minutos depois, veio a primeira grande influência de Paulinho na partida. Com a bola na intermediária pela esquerda, o brasileiro tabelou, atacou o espaço dentro da área com precisão e, bem colocado, cruzou rasteiro para Karim Bellarabi apenas empurrar para a rede e fazer 2 a 0.

Com a confiança em alta, o brasileiro então potencializou seu protagonismo no início do segundo tempo. Aos quatro minutos da etapa complementar, saiu do meio de campo, colado à linha lateral esquerda, com a bola, quebrou linhas adversárias com sua velocidade, tabelou com Bellarabi, passou por um, deu um drible da vaca em outro e bateu na saída do goleiro Kevin Trapp para ampliar o placar.

Por fim, aos 10 minutos do segundo tempo, Paulinho atacou as costas da defesa do Frankfurt, recebeu bom passe de Kai Havertz e sequer precisou colocar força para bater Trapp.  No jeito, deslocou o goleiro e matou a partida ainda com 30 minutos a serem disputados.

Sem dúvida alguma, o brasileiro viveu neste sábado o seu grande dia com a camisa do Bayer Leverkusen. Se até aqui as oportunidades foram poucas, o garoto, de apenas 19 anos, fez questão de se colocar no radar do técnico Peter Bosz da melhor maneira possível: com uma atuação grandiosa.

Ao completar todos os 90 minutos do jogo, Paulinho superou o acumulado de minutos que havia estado em campo até aqui na Bundesliga 2019/20: 78, ao longo de seis jogos em que entrou em campo vindo do banco de reservas.

Em novembro do ano passado, na vitória por 2 a 0 sobre o Wolfsburg, Paulinho pouco jogou, mas deixou seu gol. Aquele tento encerrou um jejum de quase 11 meses sem marcar, vindo desde um tento sobre o AEK Larnaca, do Chipre, pela Liga Europa, em dezembro de 2018. Esses dados ajudam a dar uma dimensão da difícil adaptação do brasileiro ao futebol europeu – ainda que seja necessário lembrar que se trata de alguém muito jovem.

Standings provided by Sofascore LiveScore

Com o que mostrou hoje, fazendo dois gols, dando uma assistência e estando em várias das ações ofensivas do Leverkusen, Paulinho pode ter acabado de escrever um importante capítulo em sua trajetória pessoal na Europa, abrindo as portas para mais minutos em campo.

Quem comemora é Peter Bosz, que ganha sinais de mais uma opção ofensiva de qualidade justamente no momento em que outro de seus prodígios começa a decolar na temporada. Kai Havertz, autor de um gol e uma assistência neste sábado, já soma quatro gols e seis assistências nas últimas sete partidas, deixando para traz a longa fase irregular na atual campanha.

Paulinho e Havertz, mas também Bellarabi, Diaby, Amiri e Palacios, serão importantes na briga por uma vaga na Champions League. Com o triunfo, o Leverkusen subiu ao quarto lugar provisoriamente. Embora muito mais difícil, nem uma briga pelo título pode ser descartada a essa altura, com apenas cinco pontos o separando do líder Bayern de Munique, que, por ora, tem um jogo a menos.