Paraguai bate Equador e consegue primeira vitória nas eliminatórias

Depois de tropeçar nas duas primeiras rodadas, o Paraguai conquistou sua primeira vitória nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. A albirroja recebeu o Equador no estádio Defensores Del Chaco e, com dois gols no segundo tempo, construiu placar de 2 a 1, após os visitantes diminuírem já no fim.

Com as duas equipes se estudando bastante nos minutos iniciais, o primeiro chute a gol só saiu aos oito minutos, com Walter Ayoví. O equatoriano tentou surpreender da entrada da área, mas pegou mal da bola e mandou longe da meta. Os paraguaios responderam aos 18, em chute de Ortiz que o goleiro Banguera pegou.

Os comandados de Francisco Arce ficaram próximos de marcar dois minutos depois. Estigarribia carregou a bola da intermediária e bateu cruzado, em bola que explodiu na trave. Na sequência, Banguera apareceria de novo, em tentativa de Darío Verón. Do outro lado, os equatorianos responderam com Félix Borja, que invadiu a área e tocou na saída de Barreto, que espalmou para escanteio.

Com as duas equipes bem colocadas na defesa, a primeira etapa terminou sem grandes emoções. O Equador não era preciso nas enfiadas de bola, enquanto o Paraguai se limitava a chute de longa distância. Nos acréscimos, Banguera executou um milagre, após cabeçada de Valdez em falta cobrada no círculo central, mas o árbitro havia marcado o impedimento do atacante.

O gol que inaugurou o marcador saiu logo no primeiro minuto após o intervalo. Victor Ayala cobrou falta pelo flanco esquerdo e Christian Riveros apareceu sozinho na área, para completar para as redes. Aos 10, Valencia passou para Ayovi, que bateu por cima do travessão. Mas, dois minutos depois, os paraguaios ampliaram. Ayala cobrou escanteio na cabeça de Verón, que explorou as redes.

Os paraguaios se mantiveram no ataque ao longo do início do primeiro tempo. Na melhor oportunidade de fazer o terceiro, aos 16 minutos, Valdez viu sua finalização acabar nas mãos de Banguera. A partir dos 25 minutos, postada defensivamente, a albirroja passou a administrar o resultado e a buscar contra-golpes.

Ayala seguia inspirado nas cobranças de falta. Aos 37, ele arriscou direto ao gol e Banguera saltou para trás, tocando com a ponta dos dedos para escanteio. Nos minutos finais, o Equador tentava diminuir, principalmente através de jogadas de linha de fundo. Ayoví assustou aos 45, em chute forte que tocou a rede pelo lado de fora.

Já nos acréscimos, Valencia tomou a bola de maneira faltosa e o juiz nada marcou. Na sequência do lance, o jogador do Manchester United passou para Borja, que cruzou na cabeça de Mendoza. Estava feito o gol de honra dos equatorianos, mas não havia mais tempo para o empate.

Confira os jogos da 3ª rodada das eliminatórias sul-americanas:

Sexta-feira, 11/nov
Argentina  1×1 Bolívia
Uruguai 4×0 Chile
Paraguai 2×1 Equador
Colômbia 1×1 Venezuela