O Manchester United precisará de um feito para avançar à semifinal da Champions League na próxima terça-feira. Depois de perder por 1 a 0 no jogo de ida, em Old Trafford, terá que vencer o Barcelona na casa do adversário para conseguir a classificação. Uma missão difícil para um time que já conseguiu algo que pode ser considerado um milagre. Depois de perder no jogo de ida, em casa, por 2 a 0 para o PSG, os ingleses foram até Paris e venceram por 3 a 1, com um gol no final. Repetir o feito e se classificar, desta vez, será algo maior ainda que o que foi feito na fase anterior.

“O desempenho contra o PSG for a de casa nos dá esperança que pode ser feito”, disse Ole Gunnar Solskjaer depois do jogo, na coletiva de imprensa. “Mas nós sabemos que vamos jogar contra a equipe que é provavelmente o favorito ao torneio. Ir até o Camp Nou será um desafio. Seria uma feito maior ainda [em relação ao PSG]. Com a história do Barcelona, eles não estão acostumados a perderem em casa, mas nós podemos fazer isso, não há dúvida”.

“Fora de casa nós vencemos a Juventus e o PSG e agora nós precisamos ir a Barcelona. Nós sabemos que temos possibilidades nessa eliminatória”, avaliou ainda o norueguês. Para Solskjaer, o time teve chances, mas não soube aproveitar. Fora de casa, o time terá que ser muito preciso e não poderá desperdiçar as chances que tiverem.

“Nós sabemos que podemos causar ameaças ao gol”, afirmou ainda o técnico. “Quem quer que jogue no ataque, nós temos que fornecer mais munição para eles”, disse Solskjaer. “Nós precisamos ser mais efetivos e eficientes lá porque nós não iremos criar muitas chances, nós temos que aproveitar as que tivermos. Nós teremos que aproveitar mais chances, soltar Paul [Pogba] ou Scott [McTominay] no meio-campo, ajudar os atacantes e tentar conseguir cruzamentos para dentro da área. Mas nós marcarmos gols no Camp Nou antes de escanteios e cruzamentos”, disse o treinador do Manchester United.

Paul Pogba também mostrou confianças nas capacidades do time depois do jogo de ida em Old Trafford. “Nós vimos um time que nós podemos vencer. Se não acreditarmos nisso, então apenas deveríamos deixa-los passar. Nós acreditamos que podemos vencê-los. Eles são o Barcelona, mas nós somos o Manchester United e jogamos a Champions League como eles e podemos passar”, disse o camisa 6, um dos principais jogadores do United. “Provavelmente o PSG estará nas mentes deles, porque eles viram o que podemos fazer”, disse Pogba. “Eles irão estar confortáveis no seu próprio campo, mas vamos ver”.

Para que o time tenha chances, Pogba sabe que o time precisa continuar sendo seguro defensivamente, como foi em quase todo o jogo de ida. “Nós temos que evitar dar a eles chances e sermos letais em frente ao gol”, disse o meio-campista. “Nós estamos atrás, 1 a 0, e nós vamos ao Camp Nou agora, mas acreditamos que teremos chances lá. Nós sabemos que podemos causar problemas a eles, assim como eles podem causar para nós”, avaliou ainda o jogador. Pogba ainda se recusou a falar sobre possíveis transferências – ele é especulado no Real Madrid.

O Manchester United ainda tem que entrar em campo para um jogo importante no fim de semana antes de viajar para Barcelona. No sábado, dia 13, o West Ham irá até Old Trafford para enfrentar o Manchester United.

Solskjaer mudou o clima no Manchester United, trouxe resultados melhores e o time conseguiu de fato um resultado muito improvável sobre o PSG. O problema de depender de feitos o tempo todo é que uma hora não será possível realizar. O time precisa jogar mais e melhor. Jogou melhor no jogo contra o Barcelona, mas ainda foi incapaz de fazer o goleiro Marc-Andre Ter-Stegen trabalhar. Será preciso melhorar muito mais se quiser a classificação em Barcelona. E certamente o time quer.