Um dos melhores jogadores da sua posição, Luka Modric mostrou o seu talento na final do Mundial de Clubes, contra o Grêmio. Foi eleito o melhor jogador do torneio, à frente até de Cristiano Ronaldo, e encantou ainda mais. Já de olho no jogo de sábado contra o Barcelona, que fecha 2017, o croata falou sobre as ambições do time merengue e a sua vontade de encerrar a carreira no clube.

OFERTAS:
Livros com até 70% de desconto na Amazon, clique e confira!
Livros Cosac Naify com até 70% de desconto, clique e aproveite!

“Estamos em uma ótima fase. Estamos preparados e dispostos a fazer uma grande partida”, disse o croata, que veste a camisa 10, sobre o duelo contra o rival Barcelona no sábado, pelo Campeonato Espanhol. É a chance do Real Madrid diminuir a distância para os catalães, que neste momento estão 11 pontos à frente, com um jogo a mais.

“É importante estar juntos e não deixar muitos espaços para o Barcelona, porque se deixarmos eles têm jogadores que podem nos castigar”, declarou o meio-campista. Ele destacou a importância de jogar no estádio Santiago Bernabéu no confronto. “A torcida sempre está aqui e nos apoiam. Vão criar um grande ambiente e darão tudo nas arquibancadas como fazemos no campo”.

“Estamos aqui em La Liga e vamos dar tudo e tentar reverter a situação. Falta ainda a Champions League e a Copa do Rei”, analisou o jogador. Modric também falou em como se sente bem atuando pelo time blanco e que pensa em se aposentar jogando pelo Real Madrid.

“Assinar pelo Real Madrid foi um sonho que se tornou realidade. Não há muitos jogadores que conseguiram se aposentar aqui, mas vamos ver o que acontece. Este é o meu desejo”, declarou o meio-campista, atual capitão da seleção croata que vai para a Copa do Mundo de 2018.

Com 32 anos, Modric chegou ao Real Madrid em 2012, vindo do Tottenham. Ele foi campeão três vezes da Champions League, em 2014, 2016 e 2017. Apesar de empilhar as taças, ele afirmou que a primeira foi a mais especial. “Estava esperando muito a décima, mas todos os títulos que vieram depois foram bonitos e inesquecíveis”, disse.

Modric tem contrato com o Real Madrid até 2020, quando terá 35 anos. Nesta temporada, ele recebeu a camisa 10, depois de anos atuando com o número 19. E faz jus ao número, sendo um dos principais jogadores do time.

LEIA MAIS:
– Um resumo de dois minutos da aula de meio-campo de Modric contra o Grêmio
– Bayern, Juve, Real e United ganham quarto uniforme, disponível apenas no Fifa 18
– Sergio Ramos: “Cristiano Ronaldo é um tipo de atacante nunca antes visto no futebol”


Os comentários estão desativados.