O meio-campista Ilkay Gündogan, alemão de origem turca, disse que o seu time, o Manchester City, só poderá entrar na lista dos maiores clubes europeus quando conquistarem o título da Champions League. Nesta quarta-feira, os Citizens vão até a Alemanha para enfrentar o Schalke 04 no jogo de ida das oitavas de final. Justamente na cidade natal do jogador, que surgiu para o futebol no rival Borussia Dortmund.

LEIA TAMBÉM: Três empates seguidos dizimam vantagem do Dortmund, que já vê o Bayern no retrovisor

Comprado por Mansour bin Zayed Al Nahyan, xeique dos Emirados Árabes, em 2008, e passou a ser um time muito forte dentro da Inglaterra. Conquistou três títulos da Premier League desde então, em 2011/12, 2013/14 e 2017/18, este último já com o técnico Pep Guardiola. A glória europeia, porém, ainda não chegou. O time alcançou as semifinais da Champions League em 2015/16, ainda com o técnico Manuel Pellegrini. Nos últimos dois anos, perdeu nas oitavas de final para o Monaco, em 2016/17, e nas quartas de final para o Liverpool, em 2017/18.

“Se você quer estar na elite internacional, quando você quer estar lá tanto como clube quanto como jogador, você precisa conquistar este título”, afirmou Gündogan. “Você não pode passar por cima disso, ao menos na minha opinião. Eu acho que se nós a vencermos um dia, o clube entraria em uma nova era”, continuou. “Nós seríamos levados ao mesmo nível de Real Madrid, Barcelona, Bayern ou Juventus, clubes que talvez estejam um passo acima de nós. Talvez não da forma como eles jogam futebol, mas como clube, ao menos”.

“Nosso trabalho é tentar e dar o nosso máximo para tornar isso uma realidade um dia. Nós iremos tentar e esperamos de alguma forma conseguir”, disse o meio-campista. “Nós vivemos muitas coisas na Champions League nos últimos anos, não todas elas positivas, é claro”, disse. “Nós temos que vencê-la ao menos uma vez. Então, como você pode imaginar, há uma grande motivação dentro de nós para conquistas a Champions League. A maior baixa foi provavelmente a eliminação diante do Liverpool na temporada passada. Por essa razão, a motivação para ir longe nesta competição é enorme e acho que temos a qualidade requerida”.

Diante do Schalke 04, o Manchester City terá uma situação em que é claro favorito no confronto, o que nem sempre acontece no mata-mata da competição europeia. “Nós somos claros favoritos nesse duelo e com razão”, afirmou Gündogan. “Nós aceitamos esse papel e nós estamos cientes disso. No entendo, é preciso dizer que todos os times nas oitavas de final conquistaram o seu direito de estarem aqui. Por causa disso, nós iremos respeitar nossos oponentes e nos preparar para isso como se fosse uma final porque é fase de mata-mata  e todo erro pode ser severamente punido”.

Curiosamente, Gündogan é nascido em Gelsenkirchen, cidade do Schalke 04, mas começou a carreira no Borussia Dortmund, que fica na região e é o grande rival dos azuis reais. “O futebol significava tudo para nós, para a minha família, para meu irmão mais velho, que é dois anos mais velho que eu e meio que pavimentou o meu caminho para jogar futebol”, contou Gündogan. “Eu lembro que nos primeiros dois jogos que eu vi foram do Schalke. O primeiro eu era muito jovem, eu não posso lembrar a idade exata, mas eu lembro que eu fui para o Parkstadion [estádio que o Schalke mandou seus jogos de 1973 a 2001] e assisti a um jogo no estádio pela primeira vez”.

NA TV
Schalke 04 x Manchester Ciy
Quarta-feira, 17h – TNT, EI Plus
Veja mais em Programação de TV