O Leicester City viveu mais uma noite especial nesta terça-feira. Mas, desta vez, distante dos gramados. O clube realizou sua cerimônia de gala para premiar os melhores da temporada. Riyad Mahrez ganhou o prêmio de melhor jogador segundo os torcedores, enquanto a votação entre os próprios atletas condecorou N’Golo Kanté. Jamie Vardy recebeu o troféu pelo gol mais bonito, marcado contra o Liverpool, e a vitória sobre o Manchester City no Estádio Etihad valeu como melhor atuação. Entretanto, o principal anúncio não estava no roteiro: os donos do clube doarão £2 milhões para a Leicester Hospitals Charity, entidade que trabalha para melhorar a estrutura dos hospitais locais. Generosidade que complementa a alegria.

VEJA TAMBÉM: Em transe coletivo, o Leicester viveu a euforia de um sábado que nunca terá fim

O anúncio foi feito por Susan Whelan, chefe-executiva do Leicester e número dois na hierarquia do clube. Segundo a dirigente, Vichai Srivaddhanaprabha queria dar uma retribuição pessoal à cidade pela maneira como a população o acolheu – como se a conquista histórica do time de Claudio Ranieri não fosse o suficiente. Dono de uma fortuna estimada em £2,9 bilhões, o empresário é o quarto homem mais rico da Tailândia.

A princípio, o montante deverá ser usado na campanha para levantar fundos à construção de um novo hospital infantil que atenda toda a região de Leicestershire. “Estamos extremamente gratos por esta doação. Os jogadores, a comissão técnica e a diretoria têm ajudado bastante o hospital infantil por anos. Eles sempre visitam as crianças no Natal e dão um fantástico ânimo nos nossos pacientes. A reação da equipe do hospital ao ouvir sobre a doação foi incrível. Em nome de todos os que trabalham aqui, queremos agradecer. Todos os custos devem chegar a £30 milhões, com um terço do custo vindo de nossas campanhas de arrecadação. O presente do Leicester irá nos ajudar a tornar estes planos reais”, afirmou o médico Johannes Visser, especialista em câncer infantil e um dos líderes da campanha, em entrevista ao The Hinckley Times.

Vale lembrar que, na última semana, Vichai faturou £2,5 milhões em um cassino de Leicester, onde jogava para extravasar a alegria pelo título. Já nas comemorações pela conquista, mesmo após presentear cada um dos jogadores com uma Mercedes, o tailandês começou a distribuir dinheiro entre seus atletas, para também apostarem no cassino. Segundo relatos do MirrorSport, cada um teria recebido cerca de £10 mil. “O presidente estava colocando £5 mil em fichas no bolso de alguns rapazes e dizendo para eles aproveitarem”, afirmou uma fonte. Diante da bonança que o Leicester vive, dinheiro parece ser um mero detalhe.