A Atalanta teve uma atuação de nível espetacular na noite de quarta-feira na Itália. O jogo que seria na primeira rodada, adiado pela participação da equipe na Champions League, só foi disputado agora e a Dea foi impressionante. Contra a Lazio, no Estádio Olímpico de Roma, venceu por 4 a 1, com um brilhante Alejandro Papu Gómez sendo decisivo.

O resultado vale mais do que os três pontos na tabela. Mostra o quanto a Atalanta, que nas duas últimas temporadas teve um desempenho de alto nível, continua buscando subir ainda mais. A forma como fez a Lazio ficar de joelhos, em casa, é notável, e a forma de Alejandro Gómez parece seguir impecável. O camisa 10 foi o nome da partida, em time que viu ainda seus alas brilharem.

A Lazio teve duas chances no começo do jogo, com Luis Alberto e Ciro Immobile, mas o goleiro Marco Sportiello conseguiu impedir. Foi a Atalanta que abriu o placar. Aos 10 minutos, Papu Gómez abriu na direita para Hateboer, que subiu de cabeça, tocou e a bola sobrou para Robin Gosens dentro da área, como atacante, para marcar 1 a 0.

Se estamos falando de alas que funcionam como atacantes, dá para falar do outro também. Aos 31 minutos, os papéis se inverteram, com Gosens cruzando da esquerda para Hateaboer completar de primeira, marcando um belo gol: 2 a 0. Os alas da Atalanta mais uma vez causando problemas aos adversários.

O jogo então alternou chances, com a Lazio quase marcando com Immobile e a Atalanta chegando perto com Duván Zapata. A Lazio, então, bobeou. O time afastoou mal, a bola sobrou para Remo Freuler, que tocou para Ruslan Malinovski. O meia levantou na direção de Zapata, Patric afastou mal, a bola sobrou para Papu Gómez e o argentino não perdoou. Dominou, tirando do zagueiro Acerbi, e finalizou cruzado para fazer 3 a 0.

A Lazio tentou pressionar, mas perdia as chances. Só aos 11 minutos que o gol finalmente saiu, depois de um levantamento de Sergej Milinkovic-Savic para a área para Felipe Caicedo. O equatoriano dominou e quase deixou a bola escapar, mas conseguiu colocar na rede e diminuiu o placar pra 3 a 1. Logo depois, aos 13, Immobile saiu na cara do gol, tentou driblar o goleiro, mas perdeu o gol. Chutou na rede pelo lado de fora.

A Atalanta tratou de afundar o punhal pouco depois. Malinovski achou Papu Gómez no lado esquerdo. O camisa 10 estava marcado por Patric, mas foi para o um contra um, fintou para a esquerda e chutou forte de pé esquerdo. A bola foi no alto, cruzado, no outro ângulo: um golaço do time Bergamasco: 4 a 1. Ainda que faltasse muito tempo para o fim do jogo, o placar já parecia irreversível.

O placar poderia ter sido aumentado com Luis Muriel, que entrou em campo com fome. O placar, porém, não foi mais alterado. A vitória da Atalanta foi avassaladora, contra um adversário que ficou entre os quatro primeiros na temporada passada e foi um dos times mais interessantes da Itália. A equipe comandada por Simone Inzaghi foi incapaz de lidar com uma Atalanta voraz, que soube aproveitar as chances que teve e deixou um recado: não está na Serie A para brincar. A mira é no topo.