O atacante Papiss Cissé recebeu um aumento no seu salário no Freiburg, com a promessa que ele poderá se transferir ao final da temporada, se quiser, segundo o diretor esportivo Dirk Hufner.

“Depois de longas negociações, nós encontramos a solução certa para ambas as partes”, disse Hufner. “Foi muito importante para nós que ele permaneça por outra temporada”.

Cissé anunciou no mês passado que queria deixar o Freiburg para “jogar em um nível diferente”. Depois, o Freiburg rejeitou diversas ofertas pelo atacante, como do Newcastle e Fulham, e do russo Rubin Kazan.

O clube exigia 15 milhões, mas nenhuma das ofertas chegou a esse patamar. Foi a justificativa usada pelo Freiburg para não vender o jogador.

O jogador, de 26 anos, marcou 22 gols desde que chegou do Metz, da França. Ele foi o vice-artilheiro da temporada passada da Bundesliga e marcou quatro gols na atual temporada.