O alemão Mesut Özil declarou que quer ficar no Arsenal e espera que Alexis Sánchez também fique. O alemão deu as declarações no lançamento do novo uniforme reserva do clube, na Austrália. Ele diz que ficar no Arsenal é a sua preferência e que as negociações com o clube devem ser retomadas após a pré-temporada.

LEIA TAMBÉM: Gascoigne faz aparição surpresa e se diverte em amistoso do Newcastle

“É definitivamente minha preferência ficar”, afirmou o meia, em entrevista ao site do Arsenal. “É um grande clube e eu sempre disse que me sinto muito bem no Arsenal”, continuou. “Assim que todo mundo voltar para Londres, nós iremos sentar e discutir sobre o futuro. Agora, o mais importante é a nossa pré-temporada e passar pelo nosso tour, treinamentos e ficar em forma. Quando eu estiver de volta a Londres, nós iremos sentar e discutir”, declarou Özil.

Alexis Sánchez ainda está de férias, depois de participar da Copa das Confederações, na Rússia. Ele também é especulado para sair. “Isso atingiria o time de forma dura se ele saísse, porque é um jogador que sempre entrega um bom desempenho”, afirmou Özil. “Seria um problema na disputa pelo título, mas no final a decisão é do jogador. Espero que Alexis permaneça, mas eu não sei qual é a situação, para ser honesto”.

“Eu o valorizo muito como jogador e ele se encaixa muito no estilo de jogo do Arsenal. De um ponto de vista pessoal, eu gostaria muito que ele ficasse, mas é uma decisão do jogador no fim das contas e não há muito mais que eu possa comentar sobre isso”, afirmou o meia alemão, campeão mundial em 2014 pela Alemanha.

Özil e Sánchez são especulados para sair do clube porque só têm contrato até junho de 2018, ou seja, só mais uma temporada. Se não renovarem, podem assinar um pré-contrato em janeiro e deixarem o clube, de graça, ao final do vínculo. Em abril, quando ainda se falava sobre a possível renovação de Wenger, Özil deixou claro que gostaria que o técnico ficasse e que sua renovação seria mais fácil com o técnico seguindo no Arsenal. Antes, em setembro de 2016, especulou-se que uma das suas exigências, além de um alto salário, era usar a camisa 10.

Özil foi contratado em no último dia da janela de transferências do verão europeu de 2013, naquele ano no dia 2 de setembro. Custou € 47 milhões, maior contratação da história do clube até esta temporada, quando o Arsenal trouxe Alexandre Lacazette por € 53 milhões. Aos 28 anos, Özil tem um valor de mercado de € 50 milhões, segundo o site especializado Transfermarkt.

O meia alemão é um dos jogadores que mais faz assistências na Premier League e em todas as grandes ligas da Europa. Na temporada 2016/17, não teve suas melhores participações, com oito gols e nove assistências na Premier League. Na temporada anterior, 2015/16, foram seis gols e 19 assistências, um recorde. Ele chegou a ter números espetaculares também no Real Madrid, com 17 assistências em 2010/11 e 2011/12.

Sánchez chegou do Barcelona em 2014 por € 42,5 milhões. Teve a sua melhor temporada com a camisa do clube em 2016/17 e marcou 24 gols na Premier League, com um total de 30 gols na temporada, contando todas as competições. Özil sempre pareceu mais perto de permanecer que Sánchez, que ainda tem futuro indefinido.