O meia Mesut Özil acertou a sua renovação de contrato com o Arsenal, segundo o jornal alemão Bild. Normalmente, o que emperra negociações deste tipo são tempo de contrato e valores como salário e multa contratual. Não no caso de Özil. Ele fez uma exigência incomum: quer a camisa 10 na próxima temporada. Desde que foi contratado, em 2013, ele veste o número 11.

LEIA TAMBÉM: É tocante ver a emoção deste garoto ao receber a camisa que Özil usou contra o Chelsea

O seu contrato ia até 2018 e a renovação vem sendo discutida há alguns meses. O desejo de vestir o número não é uma novidade. Isso ficou claro também quando Lukas Podolski, que usava o número 10 na seleção alemã, anunciou a aposentadoria de jogos pela Nationalef. No jogo seguinte, Özil vestiu a camisa 10 – antes ele usava a 8.

“Para mim, significa muito. É o meu número favorito. Lendas do futebol como Zinedine Zidane, Diego Maradona e Pelé usaram este número nas costas. Eu estou muito feliz”, afirmou o jogador logo depois do jogo contra a Finlândia, em amistoso de despedida de Bastian Schweinsteiger da seleção da Alemanha. Ele inclusive falou sobre isso em uma publicação no Twitter.


Na época, ele também falou sobre a mudança de número no Arsenal. “É claro que eu já dei sinais antes a quem está no comando. O número é o certo para mim e minha posição como criador de jogadas”, disse o jogador na ocasião.

O dono deste número no Arsenal era Jack Wilshere, que está emprestado ao Bournemouth até o fim da temporada. A camisa 10, então, ficou vaga. Como a temporada já tinha começado, não era mais possível mudar a numeração com a temporada em andamento. Porém, este é um ponto tão importante para Özil que ele colocou na mesa de negociações do novo contrato.

O dono deste número foi Dennis Bergkamp entre 1995 e 2006, quando se aposentou. Depois, o zagueiro William Gallas ficou com o número, em uma das escolhas mais estranhas que já vimos. O jogador francês vestiu o prestigioso número de 2006 a 2010.

Com a sua saída, quem passou a usá-lo foi Robin van Persie. Curiosamente, ele também vestia a 11, como Özil, e queria a 10. Ficou com ela de 2010 a 2012, quando se transferiu para o Manchester United. Desde 2012, quem veste a 10 é Wilshere, que antes jogava com a 19.

Özil é um dos jogadores mais importantes do Arsenal. Não por acaso, é a contratação mais cara da história do clube. Custou € 47 milhões aos cofres do clube vindo do Real Madrid em 2013. Na última temporada, 2015/16, Özil foi o líder em assistências na Premier League com 19 passes para gols. Na temporada, foram 20.

Aos 27 anos, o jogador parece estar confortável em Londres e a renovação de contrato o manteria em Londres por mais tempo. O antigo contrato ia até 2018 e ainda não se sabe quando será anunciada a sua renovação. Especula-se que seja em duas semanas, perto do dia 15 de outubro, quando Özil faz aniversário – completará 28 anos.

Isso que é gostar da camisa 10. Mas dá para entender o alemão, não dá?

Chamada Trivela FC 640X63