Num negócio bastante falado pela imprensa italiana ao longo das últimas semanas, o Napoli confirmou o seu primeiro reforço para a próxima temporada: o atacante Victor Osimhen, que defendeu o Lille em 2019/20. O jovem de 21 anos realmente estourou nos últimos meses e não tem muita experiência no alto nível, mas justifica a aposta dos napolitanos. O clube pagará €70 milhões pela transferência, com mais €10 milhões em bônus, embora vá abater esse montante com a saída de outros quatro atletas ao próprio Lille. O valor total, de qualquer forma, mais que dobra a maior contratação já feita pelos celestes – o mexicano Hirving Lozano, que custou €38 milhões na temporada passada.

Segundo o jornalista Gianluca Di Marzio, o Napoli dará €66,5 milhões ao Lille e o restante será direcionado aos clubes formadores de Osimhen. A pedida alta também corresponde ao vasto interesse sobre o jogador, pretendido inclusive por times da Premier League. O atacante, por sua vez, ganhará um salário de €4 milhões anuais – com aumento já previsto para os últimos dois anos de vínculo. O contrato assinado é de cinco anos. Por outra via, o Lille levará o goleiro Orestis Karnezis e também três jogadores formados pela base napolitana – Claudio Manz, Ciro Palmieri e Luigi Liguori. Em uma operação separada, os Dogues pagarão €20 milhões.

Nascido na Nigéria e revelado pela Ultimate Strikers Academy, Osimhen foi levado pelo Wolfsburg ao completar 18 anos, após despontar como artilheiro do Mundial Sub-17 em 2015. O atacante mal ficou nos Lobos, com apenas 15 partidas disputadas na Bundesliga. Ele começou a mostrar seu valor quando saiu emprestado ao Charleroi. O atacante seria um dos principais jogadores da equipe no Campeonato Belga de 2018/19, com 19 gols em 34 partidas. O clube exerceria sua cláusula de compra e pagaria €3,5 milhões pela transação. Logo faria mais dinheiro, vendendo de imediato ao Lille por €21,5 milhões.

E se o gasto parecia alto aos Dogues, Osimhen precisou de um ano para mais do que triplicar este valor. O nigeriano brilhou na Ligue 1 e foi um dos melhores atacantes do campeonato, com 13 gols e cinco assistências. Ainda assim, suas atuações mais repercutidas aconteceram na Champions League. Apesar da péssima campanha do Lille no torneio continental, o jovem aproveitou bem a vitrine e teve boas atuações, com dois gols, anotados contra Chelsea e Valencia. Acabou mostrando que poderia ir a uma equipe maior.

O Napoli ganha um atacante de potência física, mas também de qualidade técnica e faro de gol. Osimhen pode atuar nos lados do campo, mas sua posição favorita é mais centralizado. É alto, forte e muito rápido, com vários tentos anotados em contra-ataques pelo Lille. Além disso, é excelente para encarar os marcadores no mano a mano e para finalizar em velocidade. Ao que tudo indica, pode se encaixar no time de Gennaro Gattuso, seja atuando como homem de referência ou ao lado de outro atacante – o que tende a acontecer, dadas as opções disponíveis. O novato vestirá a camisa 9.

A aposta realizada pelo Napoli é alta. Ainda assim, a maneira como Osimhen se provou duas vezes o referenda para se dar bem no San Paolo. Além do mais, a transferência mostra a ambição dos celestes, depois de uma temporada abaixo da média na Serie A. O momento não é tão propício a investimentos pesados, mas o Napoli já trazia um balanço positivo com jogadores anteriormente negociados. Vai em busca de um salto de qualidade necessário, após o que apresentou em 2019/20. E, pela idade do nigeriano, com chance de compensar o gasto inicial dentro de algum tempo.