Os mata-matas da MLS começaram com gol decisivo no último minuto e passeio para eliminar o Inter Miami

A Major League Soccer iniciou seus playoffs nesta sexta-feira. Aconteceram os dois jogos da repescagem, para terminar de definir os 16 classificados aos mata-matas. E os encontros tiveram sua dose de emoção, mesmo com equipes de campanhas mais modestas na Conferência Leste. O New England Revolution eliminou o Montreal Impact com uma vitória por 2 a 1 arrancada no último minuto, aos 50 do segundo tempo. Já no duelo entre novatos, o Nashville despachou o Inter Miami, derrotando o time de David Beckham por 3 a 0.

Em Foxborough, o Revolution criou mais chances no primeiro tempo e saiu em vantagem graças a um belo chute cruzado de Carles Gil. O Impact buscou o empate aos 16 do segundo tempo, com uma cabeçada de Romell Quioto. E o empate parecia prevalecer até os 50 do segundo tempo, quando Gustavo Bou se tornou herói nos últimos segundos da partida, evitando a prorrogação. O argentino recebeu a bola na intermediária e, com espaço, desferiu o chute no cantinho. Determinou a classificação do New England, que pegará na próxima fase o Philadelphia Union – time de melhor campanha na temporada regular.

Já na outra partida, o Nashville teve muito menos trabalho para superar o Inter Miami, mesmo com Blaise Matuidi do outro lado – Gonzalo Higuaín foi desfalque. No Tennessee, Randall Leal abriu o placar com um foguete de fora da área, direto na gaveta. Ainda no primeiro tempo, Hany Mukhtar ampliou cobrando pênalti. Já o último tento foi anotado por Michael McCarty, na segunda etapa, decretando a decepção do time da Flórida em sua temporada de estreia. O Nashville segue sua campanha em visita ao Toronto FC.

Os mata-matas da MLS continuam neste sábado, com o início das oitavas de final. As equipes se enfrentam em jogo único, com as partidas realizadas na casa do time de melhor campanha. Entre os destaques estão os embates de Columbus Crew e New York Red Bulls, além de Seattle Sounders e Los Angeles FC. A competição segue no formato de jogos únicos até a decisão, marcada para 12 de dezembro.