Escócia e Israel fizeram um dos jogos mais importantes da rodada na Liga das Nações. O confronto direto no Hampden Park valia o acesso à segunda divisão e a vaga na repescagem da Euro 2020, com a vantagem do empate aos israelenses. Os visitantes até saíram em vantagem em Glasgow, mas tomaram três gols em sequência de James Forrest, que ia garantindo a classificação da Tartan Army. E quando os asiáticos começaram a reagir, descontando durante o segundo tempo, o goleiro Allan McGregor operou um milagre nos minutos finais para assegurar a vitória escocesa por 3 a 2 e a conquista da chave. A principal cena da noite, porém, não aconteceu durante os 90 minutos.

Antes do jogo, os jogadores de Israel foram capazes de um bonito gesto. Enquanto estavam perfilados para o hino nacional, perceberam o frio que alguns dos mascotes escoceses passavam, com a camiseta da seleção, mas sem um agasalho por baixo. Sem problemas: os próprios israelenses ofereceram seus casacos às crianças, aquecidas durante aqueles minutos. Com o inverno se aproximando na Europa, a cena já havia ocorrido em outras partidas, a exemplo do que fez Virgil van Dijk antes do empate da Holanda contra a Alemanha. Classe pura, que merece os aplausos.