Franco Baresi e Paolo Maldini serão eternas referências quando se fala de uma grande defesa. A história dos capitães do Milan é inquestionável: juntos, conquistaram todos os títulos possíveis sob o comando de Arrigo Sacchi e Fabio Capello no clube. Além disso, também protagonizaram duas grandes campanhas da Itália em Copas do Mundo. Depois, Maldini manteve o legado sozinho, levando os rossoneri de volta ao topo da Europa. Não à toa, as camisas 3 e 6 foram aposentadas pelos milanistas em honra de seus grandes líderes. E os veteranos se renderam ao momento sublime do sistema defensivo da Juventus.

VEJA TAMBÉM: A intransponível defesa da Juventus passou ilesa até contra os melhores ataques da Europa

Não que a excelência dos bianconeri seja novidade. Ainda assim, nesta temporada a Velha Senhora se supera: sofreu apenas dois gols nas primeiras 11 partidas pela Liga dos Campeões, ambos na fase de grupos. Leonardo Bonucci e Giorgio Chiellini são absolutos no miolo de zaga, por vezes reforçados por Andrea Barzagli, o mais velho do trio ‘BBC’. Já no gol, Gianluigi Buffon não se cansa de ser espetacular e vive mais um ano para reforçar a opinião de quem o coloca como o melhor goleiro de todos os tempos. Restam dois jogos pela conquista da Champions, enquanto o hexa na Serie A é só questão de tempo. Taças para reforçar o altíssimo nível dos juventinos.

Assim, coube ao Tuttosport consultar os velhos oráculos. Tanto Baresi quanto Maldini rasgaram elogios para os defensores da Juventus, por mais que tenham evitado comparações com os seus tempos de Milan. Cada uma em seu tempo, de fato, são duas muralhas.

Franco Baresi:

“Contra o Monaco e nas últimas temporadas, eles demonstram uma versatilidade incrível. Podem jogar numa linha com três ou quatro homens, que o rendimento e a solidez continuam altíssimos. Barzagli, Bonucci e Chiellini são atentos, sempre bem colocados e transmitem segurança a toda a equipe. Os três se entendem maravilhosamente bem e quando o setor funciona, cada individualidade se exalta mais. Atravessam um belíssimo momento, inclusive nas competições continentais: assistindo aos jogos da Juventus se percebe claramente quão difícil é fazer um gol neles”.

Paolo Maldini:

“A comparação entre períodos diferentes não pode ser feita e não tem sentido. Mas, independentemente disso, seguramente a defesa da Juventus se transformou em uma referência mundial, assim como aconteceu com o nosso Milan. Buffon e o trio de zaga compõem a melhor retaguarda do momento. Sempre existem poucos times que defendem bem. A Juventus é uma destas poucas e, sem dúvidas, pode enfrentar qualquer equipe no mundo. A excelência do quarteto pode ser certificada pelos números: tomar apenas dois gols na Champions não é por acaso”