Títulos, prêmios individuais, recordes. As condecorações falam por si para colocar Edwin van der Sar entre os melhores goleiros de todos os tempos. Multicampeão com Ajax e Manchester United, lembrado como o maior camisa 1 que a Holanda teve. A carreira vitoriosa já seria suficiente para tornar o goleiro uma lenda. Mas apontar apenas isso seria minimizar o craque que o holandês foi sob as traves. Envergadura, ótimo posicionamento, agilidade, segurança, saída de jogo. Van der Sar foi um dos goleiros mais completos do futebol, e mesmo sóbrio, sem necessitar de defesas espalhafatosas. Era espetacular pela diferença que fazia aos seus times, mas não por ser espetaculoso. Assim, conquistou tanto. Referência que completa 45 anos nesta quinta.

VEJA TAMBÉM: 1995: os 20 anos do assombro mundial do Ajax

O garoto nascido no interior da Holanda precisou de pouco tempo para despontar. Aos 20 anos, chegava ao Ajax como aposta. Que demorou pouquíssimo para se cumprir, tomando a posição em apenas duas temporadas. Tornou-se um dos pilares do time mais arrasador dos Godenzonen, acumulando recordes no Campeonato Holandês. Mais do que isso, levou o clube a sua última glória continental, passando segurança em uma equipe recheada de jovens talentos. Ergueu a Champions pela primeira vez, ao mesmo tempo em que se firmava também na seleção holandesa, já como um dos melhores goleiros do mundo.

Depois de 13 taças com o Ajax e de uma grande participação na Copa de 1998, Van der Sar seguiu em frente. Atraído por uma proposta da Juventus, não teve o desempenho esperado em Turim e deixou o clube pela porta dos fundos, após a contratação de Buffon. Ganhou uma nova chance em um clube muito abaixo de seu tamanho, mas que ajudou a reerguer o gigante. No Fulham, o holandês se restabeleceu como um dos melhores arqueiros da Europa, mesmo ocupando posições intermediárias na Premier League. Justamente para ganhar a chance que merecia de ressaltar o grande craque que sempre foi.

VEJA TAMBÉM: Van der Sar vibra como se fosse apenas mais um na massa de torcedores do Ajax

Desde a saída de Schmeichel, o Manchester United não contou com um goleiro que contasse com plena confiança da torcida – por mais que Barthez tenha sido vitorioso. Van der Sar preencheu esta lacuna. Em seis temporadas na Premier League, conquistou quatro títulos e três prêmios de melhor goleiro. Comandou uma defesa fortíssima, quebrando o recorde de invencibilidade da competição, depois de incríveis 1.311 minutos sem sofrer gols. Mas sua maior façanha estaria reservada mesmo para a Champions. Em 2008, Van der Sar fechou o gol contra o Chelsea na decisão e recolocou os Red Devils no topo da Europa após nove anos, disputando a final continental ainda mais duas vezes.

Em 2011, aos 40 anos, o goleiro viu o momento para pendurar as luvas. Apesar da idade, ainda assim no auge, levantando seu último título inglês. Despediu-se como mito em campo para seguir assim fora dele, trabalhando pelo Ajax e vibrando com o time que o projetou. Durante seus anos, Van der Sar teve grandes concorrentes na posição, e os anos de baixa quando ainda tinha muito a render lhe custaram um pouco mais de reconhecimento. Mas não dá para negá-lo em qualquer lista dos melhores arqueiros das últimas duas décadas. Ou mesmo da história.

Abaixo, três vídeos para relembrar os momentos de Van der Sar: no Ajax, na seleção holandesa e no Manchester United