Um ataque armado à boate Pulse, de público LGBT, no último domingo, cobrou 50 vidas, inclusive a do atirador, no pior atentado em solo americano desde o 11 de Setembro. Houve mais 53 feridos no massacre de Orlando, em um episódio descrito pelo presidente Barack Obama como “um ato de terrorismo e ódio”.

LEIA MAIS: Com Dempsey decisivo, EUA deixa problemas para trás e está nas semifinais

A situação poderia ter sido pior não fossem os primeiros policiais a chegarem ao local, e o Orlando City, clube da Major League Soccer sediado na cidade, decidiu premiá-los com 5 mil ingressos grátis para partida contra o St. Jose Earthquakes, no Citrus Bowl, que tem capacidade para 65 mil pessoas.

“O Orlando City distribuiu, oficialmente, mais de 5 mil ingressos doados para os corajosos primeiros socorristas e equipe de serviços envolvidos nos trágicos eventos do último final de semana”, informou o clube, em um comunicado, acrescentando que os ingressos doados foram enviados “pelos canais apropriados” e não estarão disponíveis nas bilheterias. “Agradecemos a todos pelo seu compromisso e dedicação a nossa comunidade”.

O Orlando City está em sétimo lugar na sua conferência da Major League Soccer.