Fato simbólico da derrocada do Leeds, que disputou competições europeias com frequência na virada do século, sempre nas primeiras posições da Premier League, e foi rebaixado subitamente em 2004, foi a venda do Elland Road para pagar dívidas, assim que a queda foi sacramentada. O clube que havia perdido controle das suas finanças e do seu destino perdia também o controle do palco de grandes glórias. Sob nova direção, 13 anos depois, o Leeds conseguiu comprar o seu estádio de volta.

LEIA MAIS: Os 25 anos do último título do Leeds, uma surpresa às portas da revolução com a Premier League

O Leeds vendeu seu estádio, em 2004, para um empresário de Manchester chamado Jacob Adler, por £ 8 milhões, com um acordo de utilização por 25 anos e uma cláusula para comprá-lo de volta. No ano seguinte, Adler repassou o campo com capacidade para 37.890 pessoas para uma empresa das Ilhas Virgens Britânicas. Desde então, todos os donos do tricampeão inglês fizeram tentativas de recuperar o controle sobre o Ellan Road. E todos fracassaram.

Até entrar em cena o italiano Andrea Radrizzani. Ele adquiriu controle acionário do Leeds, em maio, comprando as ações restantes do compatriota Massimo Cellino, figura controversa e odiada pela torcida. Para mostrar que é diferente, Radrizzani realmente colocou como prioridade a compra do estádio e concretizou o negócio em poucos meses. “É um dia importante na nossa história e um dia de orgulho para mim e para minha equipe”, afirmou o italiano. “Quando me reuni com a direção e os torcedores nos meus primeiros meses aqui, a compra do Elland Road estava no topo da lista de prioridades deles”.

Essa medida pode se provar importante na reconstrução do Leeds, prometida por Radrizzani, porque agora o clube não precisa mais pagar aluguel para jogar em sua própria casa e pode redirecionar esse dinheiro para investimentos nas categorias de base e em jogadores. Além disso, serve de motivação para a torcida e recupera parte do orgulho perdido na última década de problemas, em que o clube chegou a cair para a terceira divisão.

O Ellan Road é casa do Leeds desde 1919. Nele, conquistou seus três títulos ingleses e, com ele, espera voltar ao protagonismo na Inglaterra. Está há seis temporadas na segunda divisão, desde que subiu da terceira, e esboçou o acesso apenas uma vez: em 2010/11, ficou fora dos playoffs por três pontos. Nas outras participações, ficou empacado no meio da tabela. Que a compra do Ellan Road seja o primeiro passo rumo à reconstrução.


Os comentários estão desativados.