O Olympiacos, que havia causado problemas ao Tottenham na fase de grupos da Champions League, voltou a incomodar um time do norte de Londres, nesta quinta-feira, pelo jogo de ida dos 16 avos de final da Liga Europa, mas um gol solitário de Alexandre Lacazette, quando parecia que o placar nunca seria modificado, garantiu ao Arsenal a vitória por 1 a 0.

Os donos da casa começaram a partida em Atenas com duas grandes chances de abrir o placar. Bernd Leno defendeu a primeira, batida de primeira de Valbuena pela esquerda, espalmando para o lado. Na sequência da jogada, o ponta francês cruzou para a segunda trave, onde Giorgos Masouras conseguiu o cabeceio, mas sem direção.

Lacazette não estava em seu dia mais afiado. Não conseguiu alcançar o cruzamento de Aubameyang, em um rápido contra-ataque pela direita, e depois recebeu de frente para o gol o passe de Gabriel Martinelli, que se esforçou para evitar a saída pela linha de fundo, mas bateu de primeira com a canhota para fora.

No começo do segundo tempo, preferiu a dividida em busca de um pênalti do que bater de primeira, após arrancada de Bukayo Saka. O Olympiacos assustou com uma cabeçada à queima-roupa de Ousseynou Ba, aos 27 minutos da etapa final, bem defendida por Leno, mas o zagueiro do Olympiacos estava impedido. Pouco depois, Valbuena bateu falta forte, o goleiro alemão deu rebote e demorou um pouco para reagir. Conseguiu eventualmente agarrar a bola e sofreu falta de El Arabi, que tentava marcar de carrinho.

A nove minutos do fim, o 0 a 0 que parecia inevitável foi evitado graças ao talento de Aubameyang, que recebeu o lançamento pela esquerda, evitou a saída de bola, puxou para dentro e soltou com Saka. O cruzamento rasteiro à boca do gol foi completado por Lacazette.

O Arsenal teve boas oportunidades de ampliar. Ao fim de um contra-ataque, Lacazette recebeu de Auba de frente para o gol e bateu forte. José Sá espalmou a escanteio. Na cobrança, Sokratis conseguiu o cabeceio na trave.

No fim, foi uma partida equilibrada, não muito agradável aos olhos, e o Arsenal volta à Inglaterra com uma resultado importante na partida de ida.

.

.