Dani Olmo chegou ao RB Leipzig em janeiro, mas não conseguiu manter a mesma toada que se via no Dinamo Zagreb. Destaque na fase de grupos da Champions, o espanhol levou um pouco mais de tempo para se adaptar na Bundesliga e não atuou tanto antes da paralisação. Nesta volta da competição, o meia ganha seu espaço e, nesta sexta, fez uma partida para sublinhar que o investimento em seu futebol valeu a pena. Com dois gols, Olmo logo resolveu o duelo contra o Hoffenheim e encaminhou a vitória por 2 a 0 na Rhein-Neckar Arena, que mantém os Touros Vermelhos no G-4 do campeonato.

O Hoffenheim vinha em uma semana de mudanças, após a saída do técnico Alfred Schreuder por discordâncias com a diretoria sobre os planos futuros. E o retorno de Julian Nagelsmann a Sinsheim contou com uma reviravolta logo nos primeiros minutos. O Hoffe criou a primeira chance, pouco antes de ganhar um pênalti a seu favor aos seis minutos. Entretanto, durante a revisão pelo VAR, a arbitragem flagrou um toque de mão dos alviazuis na jogada. A marcação foi anulada e, na sequência, o Leipzig abriu a contagem.

O gol saiu aos nove minutos. Dani Olmo recebeu a bola de Nordi Mukiele, tirou a marcação no domínio e bateu no canto do goleiro Oliver Baumann. O Hoffenheim sentiu o baque e, dois minutos depois, o filme se repetiu com Olmo. Sabitzer ajeitou a bola de cabeça na área e o espanhol chegou batendo no canto, em finalização muito parecida com a primeira. Konrad Laimer ainda poderia ter anotado o terceiro pouco depois.

O Hoffenheim, ainda assim, não desistiria da partida. O jogo continuou equilibrado e com os alviazuis até mais agressivos no ataque. O goleiro Péter Gulácsi realizou boas intervenções e, quando estava batido, Munas Dabbur carimbou o travessão. Do outro lado, pouco antes do intervalo, seria a vez de Timo Werner desperdiçar um contra-ataque, no qual saiu de frente com Baumann. Tentou tirar do goleiro e errou o alvo.

Logo na volta do intervalo, o Hoffenheim ganhou nova força no ataque, com as entradas de Andrej Kramaric e Robert Skov. Mas a verdade é que as mudanças não seriam tão efetivas quanto o esperado. O Leipzig foi mais perigoso e ficou mais próximo do terceiro. Angeliño teve um tento anulado por impedimento, enquanto Olmo ficou a um triz do hat-trick. Já nos minutos finais, Baumann apareceu bem, com defesas importantes para safar o Hoffe. Pegou dois chutes fortes de dentro da área, antes de salvar uma pancada de Amadou Haidara com uma bela ponte. Ainda deu sorte, num chutaço de Christopher Nkunku que explodiu na trave.

O RB Leipzig se aproxima da Champions League 2020/21 com esta vitória. A equipe chega aos 62 pontos, na terceira colocação, abrindo seis de vantagem sobre Bayer Leverkusen e Borussia Mönchengladbach. É pouco a um time que ocupou a liderança durante boa parte do primeiro turno, mas se torna uma situação compreensível pelas oscilações no returno. Já o Hoffenheim torce contra o Freiburg para não perder seu lugar na zona de classificação à Liga Europa. Os alviazuis aparecem em sétimo, com 43 pontos.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore