Eurocopa e Copa América não eram os únicos torneios continentais agendados para 2020. A Copa das Nações da Oceania também estava originalmente marcada para o meio do ano, mas precisou ser cancelada por conta da pandemia. O Comitê Executivo da OFC confirmou a decisão na última semana e sequer apontou novas datas à competição, afirmando que a prioridade na confederação será a realização das Eliminatórias da Copa do Mundo.

A fase classificatória à Copa das Nações da Oceania deveria acontecer em março, nas Ilhas Cook. Já a etapa principal da competição ocorreria em junho, na Nova Zelândia. Organizado de quatro em quatro anos, o torneio continental conta com a participação de oito equipes. Estas se dividem em dois quadrangulares, antes da realização das semifinais e da decisão.

“A decisão foi tomada à luz das complexidades impostas pela pandemia de coronavírus. As 11 associações que fazem parte da OFC experimentaram condições desafiadoras recentemente e muitos desses países estão em quarentena. Também existem obstáculos nas viagens internacionais, que tornam a fase final do torneio impossível de ser realizada nos próximos meses. Os times não estariam aptos para se preparar adequadamente”, declarou a OFC.

Além disso, a OFC indicou que não irá mover a Copa das Nações para uma nova Data Fifa. A prioridade é garantir o processo de classificação à Copa do Mundo de 2022, que deverá começar no segundo semestre. A confederação apontou que tenderá a cumprir seus compromissos junto à Fifa durante a reorganização do calendário.

“Embora a Copa das Nações seja o principal campeonato do futebol masculino na OFC, a saúde e a segurança da comunidade do futebol são nossas principais prioridades. Com isso em mente, era justo que nosso Comitê Executivo chegasse a essa conclusão, enquanto continuamos nossa luta para conter a disseminação do coronavírus”, afirmou Franck Castillo, secretário-geral da OFC. “Todos queremos que o futebol volte o mais rápido possível, mas só o faremos quando for seguro para todos os envolvidos”.