No mesmo dia em que a Liga dos Campeões sorteou os seus grupos, a Liga Europa também definiu os classificados à fase principal. E os favoritismos se confirmaram em praticamente todos os confrontos nesta etapa de playoffs. Dos 21 clubes que comemoraram o avanço nesta quinta-feira, apenas três não disputaram a fase de grupos dos torneios europeus nos últimos cinco anos: Espanyol, Ferencváros e Wolverhampton. Os Lobos, aliás, conquistaram a vitória de maior peso da rodada. Num duelo difícil contra o Torino, os ingleses bateram os italianos pela segunda vez, com o triunfo por 2 a 1 no Estádio Molineux.

A classificação do Wolverhampton já tinha sido encaminhada com a vitória por 3 a 1 em Turim. Já neste quinta-feira, o time de Nuno Espírito Santo confirmou sua superioridade. Raúl Jiménez abriu o marcador durante o primeiro tempo. Já na etapa complementar, por mais que Andrea Belotti tenha empatado, Leandro Dendoncker recolocou os Lobos à frente um minuto depois. Será a primeira vez que o clube disputará a fase de grupos de uma competição da Uefa.

De volta após 12 anos de ausência, o Espanyol também quebrou uma marca expressiva. Os Pericos chegaram a 21 partidas de invencibilidade nas copas europeias, um recorde histórico entre todos os clubes. O saldo foi acumulado principalmente na campanha até a decisão da Copa da Uefa de 2006/07, na qual os catalães foram derrotados nos pênaltis pelo Sevilla. Para consumar a marca, a equipe segurou o empate por 2 a 2 com o Zorya Luhansk e segue em frente. Já o Ferencváros está longe da fase de grupos da Copa da Uefa desde 2004/05. Os húngaros tiveram certo trabalho, mas derrotaram os lituanos do Suduva por 4 a 2.

O Eintracht Frankfurt reverteu a situação contra o Strasbourg e repete a fase de grupos. Apesar da derrota por 1 a 0 na ida à França, as Águias venceram a volta na Alemanha por 3 a 0. Destaque ao belo gol de falta de Filip Kostic. Já o Braga saiu com um resultado incrível contra o Spartak Moscou. Já tinha ganhado em Portugal e triunfou também na Rússia. Ricardo Horta balançou as redes duas vezes na vitória por 2 a 1, incluindo um golaço de fora da área.

O Rangers caprichou na emoção ao se classificar contra o Legia Varsóvia. O placar não saiu do zero na Polônia e permanecia assim até os acréscimos do segundo tempo em Glasgow. Foi então que apareceu Alfredo Morelos, para definir a vitória por 1 a 0 e a classificação aos 46. Por sua vez, o Trabzonspor passou com a corda no pescoço. Havia feito 3 a 1 contra o AEK Atenas na Grécia e quase tomou a virada em casa. Os aurinegros ganharam por 2 a 0, resultado insuficiente por causa dos gols fora dos turcos.

A Holanda merece menção especial. Depois de várias decepções recentes, a Eredivisie colocou três representantes na fase de grupos a partir dos playoffs. PSV e Feyenoord cumpriram suas missões com folga, superando Apollon Limassol e Hapoel Be’er Sheva. Quem mais suou foi o AZ, que anotou 4 a 1 em cima do Royal Antuérpia, mas só alargou a contagem na prorrogação, após o 1 a 1 no tempo normal. A conta oficial da liga até comemorou os resultados, pensando no coeficiente da Uefa.

Dentre os nanicos, destaque especial ao Dudelange, que vai à fase de grupos pela segunda temporada consecutiva e reafirma Luxemburgo no mapa da Uefa. O chaveamento ajudou e a equipe eliminou o Ararat Armenia nos pênaltis. Danel Sinani foi o herói da classificação, com dois gols no triunfo por 2 a 1 no tempo normal. Já o Slovan Bratislava surpreendeu no caminho dos campeões. O favoritismo era todo ao PAOK, mas os eslovacos anotaram dois gols na Grécia. A derrota por 3 a 2 valeu a classificação, após o triunfo por 1 a 0 em Bratislava.

Abaixo, os resultados desta quinta e os potes definidos. O sorteio da fase de grupos da Liga Europa acontece nesta sexta-feira.

Pote 1: Sevilla, Arsenal, Porto, Roma, Manchester United, Dynamo Kiev, Besiktas, Basel, Sporting, CSKA Moscou, Wolfsburg, Lazio

Pote 2: PSV, Krasnodar, Celtic, Copenhague, Braga, Gent, Borussia Mönchengladbach, Young Boys, Astana, Ludogorets, Apoel, Eintracht Frankfurt

Pote 3: Saint-Étienne, Qarabag, Feyenoord, Getafe, Espanyol, Malmö, Partizan, Standard Liège, Wolverhampton, Rennes, Rosenborg, Istambul Basaksehir

Pote 4: AZ, Vitória de Guimarães, Trabzonspor, Oleksandriya, Dudelange, LASK Linz, Wolfsberger, Slovan Bratislava, Lugano, Rangers, Cluj, Ferencváros