Por um momento, a torcida do Borussia Dortmund até acreditou. O Werder Bremen fazia uma brava partida contra o Bayern de Munique e o goleiro Jiri Pavlenka parecia intransponível. Contudo, uma expulsão no segundo tempo dificultou a vida dos Verdes na Allianz Arena. E, ao final, o Bayern de Munique conquistou a vitória que o assegura por mais uma rodada na liderança da Bundesliga. Os bávaros desperdiçaram um caminhão de chances no fim, em placar que poderia ter sido bem mais elástico. Acabaram celebrando um chute mascado de Niklas Süle, que desviou na marcação e finalmente superou o arqueiro adversário, garantindo a vitória por 1 a 0. Já suficiente para a ambição dos hexacampeões.

O Bayern de Munique impôs o seu domínio desde o primeiro tempo, mas o Werder Bremen se defendia com enorme excelência. As chances mais claras demoraram a aparecer e logo foram barradas por Pavlenka. O goleiro teve trabalho contra Thomas Müller, mas seu verdadeiro milagre frustrou Serge Gnabry. Após um lançamento absurdo de Thiago Alcântara, o meia saiu de frente para o crime e fez tudo certo, mirando o canto. Pois o camisa 1 conseguiu reagir a tempo e esticou a ponta do pé, evitando o pior à sua equipe. Que não tenham incomodado do outro lado, os Verdes estavam no jogo e dependiam de apenas uma bola para complicar os bávaros.

Na volta do intervalo, o Bayern iniciou o bombardeio. Não tinha receio de finalizar, sobretudo pela participação de Robert Lewandowski. Todavia, se o centroavante não andava com a pontaria tão afiada, Pavlenka também fazia uma atuação impecável. Só que o sufoco do Bremen se tornou pior. Aos 13 minutos, Milos Veljkovic recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Os bávaros se posicionaram inteiramente no campo de ataque e aguardavam o bote. Uma insistência que deu resultado aos 30 minutos. Süle bateu de fora da área, a bola desviou na marcação e Pavlenka não voltou a tempo. Ao final, o time de Niko Kovac poderia ter sacramentado o resultado. Perdeu outras oportunidades, com direito a uma bola de Lewandowski que triscou o travessão. Não era o dia do artilheiro.

O Bayern de Munique chega aos 70 pontos na Bundesliga. Abre quatro de vantagem em relação ao Borussia Dortmund, que visita o Freiburg neste domingo. Será uma briga parelha, embora a arrancada recente e o peso do confronto direto referendem os bávaros. Já o Bremen ainda está no páreo por um lugar na Liga Europa. É o oitavo colocado, com 46 pontos, a dois da zona de classificação à competição continental.