“O escândalo que todo mundo suspeitava. Se as pessoas soubessem o que aconteceu, ficariam enojadas”. Você deve ter lido esse texto incontáveis vezes ao longo das últimas duas décadas. Desde que o folclórico Gunther Schweitzer surgiu em 1998, sua carta ganhou inúmeras adaptações a cada resultado dilatado no futebol. A zoeira ganhou uma nova versão nas últimas semanas, diante da classificação do Flamengo sobre o Grêmio nas semifinais da Copa Libertadores. E, bem, o sucesso de Jorge Jesus na Gávea ajudou o nome de Gunther Schweitzer a se espalhar do outro lado do Atlântico.

A nova “denúncia” de Gunther Schweitzer, versão rubro-negra, viralizou nas redes sociais e chegou até Portugal. Pois o Polígrafo, auto-intitulado “primeiro jornal português de fact-checking”, achou prudente esclarecer que as acusações assinadas pelo funcionário da Rede Globo, vejam só, são falsas. A informação foi veiculada pelo SIC Notícias, um dos principais canais jornalísticos de Portugal. Agora, o público lusitano ficará mais atento ao tal Gunther.