A Lazio perdeu só uma vez desde setembro na Serie A, mas a derrota para a Atalanta, dá duas rodadas, fez com que o time caísse para quatro pontos atrás da Juventus. Por isso, até o final da temporada o time comandado por Simone Inzaghi sabe que não tem mais margem de manobra: precisa de todos os pontos. Foi nesse espírito que a Lazio enfrentou e venceu o Torino por 2 a 1, nesta terça-feira, em Turim.

Inzaghi, aliás, comandou o time das arquibancadas, porque estava suspenso. Ainda havia alguns desfalques, como Senad Lulic, Lucas Leiva e Luiz Felipe. O Torino vive uma temporada que é um pesadelo. O time luta contra o rebaixamento e uma derrota poderia deixar o time dentro do grupo de rebaixados.

A má fase do Torino indicava que a vitória da Lazio era mesmo o mais provável, mas o jogo passou bem longe de ser fácil. Ciro Immobile mesmo começou o jogo cometendo um erro que custou caro. O atacante empurrou Nicolas Nkoulou dentro da área em uma cobrança de falta. O árbitro apontou a marca de pênalti. Andrea Belotti converteu e colocou o time grená em vantagem: 1 a 0. Além do gol sofrido, Immobile tomou o cartão amarelo pela falta, o que o suspende do jogo contra o Milan.

Aos 22 minutos, Immobile chegou perto de empatar, escapando da linha de impedimento e saindo cara a cara com o goleiro. Só que não deu: ele chutou no travessão. Outra chance foi desperdiçada por Sergej Milinkovic-Savic. A Lazio ainda viu o outro atacante do time, Felipe Caicedo, e ele também ficará suspenso para o jogo contra o Milan.

A Lazio continuou pressionando. Immobile finalizou para fora depois de uma tabela na área. Depois, foi Parolo que ameaçou com uma cabeçada perigosa defendida por Sirigu. No final do primeiro tempo, ainda na onda de pressão do time da capital, Acerbi chegou a empurrar a bola para as redes, mas estava impedido. O dia não parecia ser da Lazio.

No começo do segundo tempo, porém, as coisas mudaram de figura. Luis Alberto fez o passe para Ciro Immobile, que tocou no contrapé de Sirigu e marcou: 1 a 1 no placar. Foi o 29º gol do atacante na Serie A até aqui. Está a um gol de entrar em um seleto clube: o dos jogadores que conseguiram 30 ou mais gols em uma mesma temporada da Serie A.

Os jogadores que conseguiram isso foramFerenc Hirzer, com 35 gols pela Juventus em 1925/26; Julio Libonatti com 35 gols pelo Torino em 1927/28; Gino Rossetti, com 36 na temporada 1928/29; Felice Borel, com 31 gols pela Juventus em 1932/33; Gunnar Nordahl, com 35 gols pelo Milan em 1949/50 e 34 gols pelo mesmo time na temporada seguinte, 1950/51; John Hansen, com 30 gols pela Juventus em 1951/52; Antonio Valentín Angelillo, pela Inter, com 33 gols em 1958/59; e Luca Toni, com 31 gols pela Fiorentina na temporada 2005/06.

O Torino ficou acuado. A Lazio pressionou pela virada, sabendo que não poderia deixar pontos pelo caminho depois da derrota contra a Atalanta. Milinkovic-Savic e Immobile tiveram chances, mas não conseguiram marcar. O gol sairia de um lance de sorte, curiosamente. Chute de Marco Parolo, desvio em Bremer, e a bola matou o goleiro SIrigu: 2 a 1 para a Lazio, aos 27 minutos.

Mesmo com a virada, a Lazio era melhor que o Torino e continuou tentando criar chances. Só nos últimos cinco minutos que o Torino tentou colocar alguma pressão, mas foi inútil. A Lazio arrancou os três pontos, conseguiu a vitória e segue sonhando. Torce contra a Juventus daqui até o final da temporada e precisa continuar fazendo todos os pontos. São nove rodadas até o final e a disputa segue aberta.

Classificações Sofascore Resultados